PUBLICIDADE
Topo

Gloria Groove se convidou para remix com Iggy Azalea sobre caos no Brasil

Gloria Groove
Gloria Groove
Twitter/@gloriagroove

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

21/04/2021 04h00

Gloria Groove surpreendeu ontem ao lançar seu primeiro "feat" internacional. A drag queen canta com Iggy Azalea no remix de "Brazil", faixa que a rapper australiana havia divulgado no começo de abril. Na nova versão, a brasileira canta em inglês e português e denuncia o caos com a pandemia por aqui.

Continua depois da publicidade

Splash trocou uma ideia com a nossa GG para entender a parceria. Ela contou que foi cara de pau e se ofereceu para gravar o remix no direct do Instagram.

E deu bom!

Iggy super topou e deixou a brasileira à vontade para cantar o que quisesse. Glória aproveitou o nome da música e foi certeira nas rimas.

Eu me convidei! Mandei uma DM me apresentando e dizendo que era muito fã, e que apesar de a gente não se conhecer, eu adoraria entrar no remix dessa faixa. E ela amou a ideia!

Horas depois do lançamento, o remix já estava entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil. Enquanto Iggy Azalea canta sobre a sensualidade das brasileiras e os festivais de música, Gloria trouxe uma pegada mais política, denunciando a situação do país na pandemia e clamando por vacinação.

A arte, a rima, o rap são meios de expandir o consciente coletivo. Quis usar a música pra falar com leveza sobre temas reais e necessários. Esse é o Brasil em que eu 'tô' vivendo.
Continua depois da publicidade

Nos seus versos, Gloria Groove ainda recuperou um trecho de "Querelas do Brasil", do compositor Aldir Blanc (uma das quase 400 mil vítimas da covid-19), e eternizada na voz de Elis Regina:

O Brazil não conhece o Brasil.

Vejo como uma sacada simples, porém sagaz, sobre a desigualdade e o descaso que cercam a nossa vida como cidadãos brasileiros.

Sem medo de se posicionar, a colaboração de Gloria Groove em "Brazil" é um resumo de como Daniel Garcia, o artista por trás da drag queen, está se sentindo.

Continua depois da publicidade
A vontade de colocar esse posicionamento no verso veio de um pensamento: 'Poxa, mas o que o Brasil realmente 'tá' passando nesse momento? O que eu 'tô' sentindo como brasileiro?'