PUBLICIDADE
Topo

Morre Larry McMurtry, vencedor do Oscar por 'Brokeback Mountain', aos 84

05.03.2006 - Larry McMurtry (à dir.) com Diana Ossana, sua parceira no script de "O Segredo de Brokeback Mountain", no Oscar - Vince Bucci/Getty Images
05.03.2006 - Larry McMurtry (à dir.) com Diana Ossana, sua parceira no script de 'O Segredo de Brokeback Mountain', no Oscar Imagem: Vince Bucci/Getty Images

De Splash, em São Paulo

26/03/2021 12h59

O novelista e roteirista Larry McMurtry, que venceu um Oscar de melhor roteiro adaptado por seu trabalho em "O Segredo de Brokeback Mountain" (2005), morreu hoje aos 84 anos.

A notícia foi confirmada pelos representantes do escritor ao The Hollywood Reporter, sem citar a causa da morte.

McMurtry ganhou estatueta pelo script de "Brokeback Mountain" ao lado da amiga e colaboradora de longa data Diana Ossana. Os dois adaptaram um conto de 11 páginas de Annie Proulx, expandindo a história "a partir das linhas claramente sugeridas pela autora", disse ele na época.

O escritor texano já havia sido indicado outra vez ao Oscar, por adaptar para as telas o seu próprio livro "A Última Sessão de Cinema", em 1971. Naquela ocasião, McMultry dividiu a indicação com o diretor do longa, Peter Bogdanovich.

Jake Gyllenhaal e Heath Ledger em 'O Segredo de Brokeback Mountain' (2005) - Reprodução - Reprodução
Jake Gyllenhaal e Heath Ledger em "O Segredo de Brokeback Mountain" (2005)
Imagem: Reprodução

Um velho favorito de Hollywood, McMurtry viu muitas de suas obras literárias serem transformadas em filmes, com ou sem seu envolvimento. Clássicos como "O Indomado" (1963) e "Laços de Ternura" (1983) são baseados em seus livros, assim como a minissérie "Lonesome Dove" (1989).

McMurtry venceu um Pulitzer, um dos maiores prêmios da indústria literária, pelo livro que inspirou "Lonesome Dove", que acompanha dois ex-policiais que resolvem ajudar a transportar cabeças de gado do sul dos EUA até o estado de Montana.

'Laços de Ternura' (1983), dirigido por James L. Brooks - Divulgação - Divulgação
'Laços de Ternura' (1983), dirigido por James L. Brooks
Imagem: Divulgação

Ele deixa ao menos um trabalho inédito: "Good Joe Bell", filme escrito por ele e Ossana sobre um pai de família (Mark Wahlberg) que parte em uma maratona pelos EUA a fim de arrecadar dinheiro para instituições anti-bullying após o seu filho, que é gay, sofrer discriminação na escola.

McMurtry deixa a mulher, Faye Kasey, com quem estava casado desde 2011, e o filho único, o cantor e compositor James McMurtry.

'Good Joe Bell', com Mark Wahlberg, deve ser lançado em 2021 - Reprodução/IMDb - Reprodução/IMDb
'Good Joe Bell', com Mark Wahlberg, deve ser lançado em 2021
Imagem: Reprodução/IMDb