PUBLICIDADE
Topo

Quem é e que hits lançou Rick Bonadio, que criticou o funk no Grammy?

Rick Bonadio foi produtor dos Mamonas Assassinas e da dupla ET e Rodolfo
Rick Bonadio foi produtor dos Mamonas Assassinas e da dupla ET e Rodolfo
Divulgação

Ricardo Calazans

De Splash, no Rio de Janeiro

15/03/2021 18h13

Rick Bonadio não aprovou as reações dos fãs brasileiros ao funk que Cardi B injetou em sua comentada apresentação com Megan Thee Stallion na cerimônia do Grammy, na noite de domingo.

Getty imagens - Getty imagens
Cardi B e Meghan Thee Stallion no Grammy 2021
Imagem: Getty imagens
Continua depois da publicidade

Em sua conta no Twitter, o produtor musical reclamou do excesso de "barulho" do público em torno dos poucos segundos em que "WAP", do DJ Pedro Sampaio, foi ouvida por todo o mundo.

[...] O barulho que fazem por causa de 15 segundos de funk na apresentação da Cardi B me deixa com vergonha. Precisamos exportar música boa e não esse 'fica de quatro!'
Rick Bonadio, no Twitter

Para quem não liga o nome às músicas, Rick Bonadio é músico e produtor com mais de 30 anos de atuação. Ele se tornou conhecido em todo o Brasil ao produzir e empresariar o grupo Mamonas Assassinas, que fez muito sucesso com músicas como esta:

Sabão Crá-Crá / Sabão Crá-Crá / Não deixa os cabelos do saco enrolar
'Sabão Crá-Crá', Mamonas Assassinas
Divulgação / EMI - Divulgação / EMI
O grupo Mamonas Assassinas, produzido por Rick Bonadio
Imagem: Divulgação / EMI
Continua depois da publicidade

As reações às críticas que Bonadio fez ao funk não foram lá muito favoráveis ao produtor. Então, ele apagou o tuíte e escreveu outros vários para elaborar melhor seu pensamento. "[...] Fiquei com vergonha da comemoração alienada. Como se fosse a melhor coisa do mundo."

Bonadio é mais associado ao rock —produziu de Los Hermanos a Charlie Brown Jr.— mas sempre gostou de diversificar sua atuação. Em 1998, ele não só produziu um disco da dupla humorística ET e Rodolfo, como assinou algumas das composições, caso de "A dança do ET", "Vâmo, ET!" e "É Duro Ser ET!":

Uh lá lá, ET / É duro ser ET / Olha um saquinho de pó de mico / ET vem cá, põe na bundinha, põe
'É duro ser ET', ET e Rodolfo (letra: Rick Bonadio)
Divulgação - Divulgação
A dupla humorística ET e Rodolfo
Imagem: Divulgação
Continua depois da publicidade

Também tem o dedo de Bonadio na música " A Cera", de 2000, único hit da banda de rock cearense O Surto, mais conhecida por seu, vamos dizer, inesquecível refrão:

Um rosto lindo e um sorriso encantador / E um jeitinho de falar que me pirou / Que me pirou o cabeção
'A cera', O Surto

'A cera' - O Surto

Com um currículo desses, nesta segunda-feira, Bonadio recomendou ao funk que melhore. "O funk precisa evoluir. Os funkeiros precisam ousar evoluir musicalmente para crescer."

Continua depois da publicidade

De fato, não se pode dizer que Bonadio seja um produtor acomodado. Está sempre em busca de projetos ousados, como o Dogão, um cachorro-rapper-animado que ele inventou em 2004, com músicas escritas em parceria com o rapper Suave, como o hit "Dogão É Mau".

Dogão chegou entrou em cena, sem ter problema / As cachorra conhecem meu esquema / Elas gostam quando eu falo assim, quando eu as trato assim / Por isso elas querem dar pra mim
'Dogão é mau', Dogão (letra e música: Rick Bonadio e Suave)

'Dogão é mau'

Apesar da proposta ousada, a "Folha de S.Paulo" considerou "Dogão É Mau" a pior música de 2004 por causa de sua "letra sexista, cheia de palavrões e lugares-comuns do vocabulário do rap". Na época, Bonadio não parecia muito preocupado em "evoluir para crescer", como recomendou aos funkeiros.

O Dogão ganhou a pior música? Ótimo. Era justamente o que a gente queria, causar esse impacto mesmo. Dogão é desbocado. A intenção sempre foi ser polêmico
Continua depois da publicidade

Foi o que disse Bonadio, por telefone, para uma reportagem do caderno "Folhateen", intitulada "Dogão foi mal".

Curioso é que as críticas que Bonadio recebeu nesta segunda-feira guardam semelhanças com as que ele fez ao funk e aos funkeiros. Anitta, por exemplo, não concorda que o gênero tenha sempre "as mesmas batidas e letras de putaria", como disse Bonadio.

Reprodução / Internet - Reprodução / Internet
Anitta defendeu o funk
Imagem: Reprodução / Internet

Assim como Anitta, a cantora Luísa Sonza também acredita que o produtor teria parado de "evoluir", como ele mesmo recomendou que os funkeiros façam.

Continua depois da publicidade
Reprodução / Internet - Reprodução / Internet
Imagem: Reprodução / Internet

Como diz o ditado, quem tem telhado de vidro não joga pedra na casa dos outros.