PUBLICIDADE
Topo

Latino relembra sobre vício em sexo: 'Tinha que transar dez vezes por dia'

Colaboração para o Splash, em São Paulo

09/03/2021 08h44

Latino falou abertamente sobre seu antigo vício em sexo. No entanto, o cantor garantiu que agora está em uma fase mais tranquila.

"Sempre fui um cara transante, mas estou bem mais devagar", disse ele em entrevista para a Quem, afirmando em seguida que a fama de "garanhão" conquistada no começo da carreira rendeu convites para posar nu para revistas masculinas. "Adquiri alguns bens. Naquela época se ganhava dinheiro com esses ensaios", disse.

De acordo com ele, esses trabalhos fizeram crescer sua base de fãs na comunidade LGBTQI+. "Tenho um fã-clube só de gays, Descobri há pouco tempo. Eu curto para caramba. Nunca tive preconceito algum. Minha equipe tem muitos gays e acho todos eles muito competentes", declarou.

Fiz shows em baladas gays e nunca tive uma relação homossexual, mas já levei muita cantada e tive várias oportunidades. O meu negócio é mulher mesmo"

Sobre o vício em sexo, Latino afirmou que, em uma época da vida, a compulsão era enorme. "Tinha que transar dez vezes por dia. Entendi que precisava de ajuda quando percebi que uma coisa simples da vida, que está aí pra te fazer feliz, estava me consumindo", frisou.

"Hoje posso dizer que encontrei o equilíbrio em tudo na vida. Seja no sexo, no relacionamento, profissionalmente... Procuro ser um ser humano melhor para mim e para quem está ao meu lado", destacou o artista de 48 anos, que já foi casado com Kelly Key e Mirella Santos, e atualmente namora a advogada Rafaella Ribeiro.

Nesta semana, em entrevista ao "Domingo Espetacular", o cantor contou sobre a sua fase mais complicada. "Fui torrando dinheiro em mulheres e jogos. O que mais me complicou foi a corrida de cavalos. Perdi R$ 15 milhões em uma época da minha vida e ainda me endividei, inclusive com agiotas. Passei muito tempo pagando essas dívidas", relatou o artista.

"Depois disso, comecei uma nova fase da minha vida. Foram muitas pauladas, eu estava no fundo do poço. Mas ressurgi das cinzas. De lá pra cá, nunca mais parei", destacou Latino na sequência.