PUBLICIDADE
Topo

BAFTA 2021: sem 'Bacurau', Oscar britânico revela indicados; veja lista

Os troféus do BAFTA, o principal prêmio do cinema britânico - Divulgação
Os troféus do BAFTA, o principal prêmio do cinema britânico Imagem: Divulgação

De Splash, em São Paulo

09/03/2021 11h10

O BAFTA, principal premiação da indústria cinematográfica do Reino Unido, revelou hoje os seus indicados. A cerimônia acontece em 11 de abril.

Apesar de ter passado pela fase "eliminatória" da premiação, "Bacurau" não foi lembrado na categoria de melhor filme em língua não-inglesa. Representantes dinamarqueses, russos, franceses e bósnios entraram na lista final.

"Nomadland" foi o filme mais indicado deste ano, com sete lembranças entre os votantes britânicos. No entanto, vale notar que ele divide a liderança com "Rocks", drama teen feito no Reino Unido que conquistou os críticos por lá.

Na categoria de melhor direção, as mulheres são maioria, com quatro das seis indicações, incluindo a favorita Chloé Zhao, de "Nomadland", que vem levando todos os prêmios nesta temporada — até o Globo de Ouro.

Esta é também a primeira edição do BAFTA após a organização receber críticas, no ano passado, por indicar apenas atores brancos para as categorias competitivas da premiação. O BAFTA prometeu mudanças no processo de votação para tentar aumentar a diversidade dos indicados.

Aparentemente, deu certo: todas as categorias de atuação do BAFTA deste ano tem múltiplos indicados não-brancos, incluindo nomes que devem bombar no Oscar 2021, como Chadwick Boseman (melhor ator, "A Voz Suprema do Blues") e Yuh-Jung Youn (melhor atriz coadjuvante, "Minari").

Confira as principais categorias:

Melhor filme

  • "Meu Pai"
  • "The Mauritanian"
  • "Nomadland"
  • "Bela Vingança"
  • "Os 7 de Chicago"

Melhor filme britânico

  • "Calm With Horses"
  • "A Escavação"
  • "Meu Pai"
  • "O Que Ficou Para Trás"
  • "Limbo"
  • "The Mauritanian"
  • "Mogul Mowgli"
  • "Bela Vingança"
  • "Rocks"
  • "Saint Maud"

Melhor atriz

  • Bukky Bakray, por "Rocks"
  • Radha Blank, por "The Forty-Year-Old Version"
  • Vanessa Kirby, por "Pieces of a Woman"
  • Frances McDormand, por "Nomadland"
  • Wunmi Mosaku, por "O Que Ficou Para Trás"
  • Alfre Woodard, por "Clemency"

Melhor ator

  • Riz Ahmed, por "O Som do Silêncio"
  • Chadwick Boseman, por "A Voz Suprema do Blues"
  • Adarsh Gourav, por "O Tigre Branco"
  • Anthony Hopkins, por "Meu Pai"
  • Mads Mikkelsen, por "Another Round"
  • Tahar Rahim, por "The Mauritanian"

Melhor atriz coadjuvante

  • Niamh Algar, por "Calm with Horses"
  • Kosar Ali, por "Rocks"
  • Maria Bakalova, por "Borat: Fita de Cinema Seguinte"
  • Dominique Fishback, por "Judas e o Messias Negro"
  • Ashley Medekwe, por "County Lines"
  • Yuh-Jung Youn, por "Minari"

Melhor ator coadjuvante

  • Daniel Kaluuya, por "Judas e o Messias Negro"
  • Barry Keoghan, por "Calm with Horses"
  • Alan Kim, por "Minari"
  • Leslie Odom Jr., por "Uma Noite em Miami"
  • Clarke Peters, por "Destacamento Blood"
  • Paul Raci, por "O Som do Silêncio"

Melhor direção

  • Thomas Vinterberg, por "Another Round"
  • Shannon Murphy, por "Babyteeth"
  • Lee Isaac Chung, por "Minari"
  • Chloé Zhao, por "Nomadland"
  • Jasmila Zbanic, por "Quo Vadis, Aida?"
  • Sarah Gavron, por "Rocks"

Melhor roteiro adaptado

  • Moira Buffini, por "A Escavação"
  • Florian Zellner & Christopher Hampton, por "Meu Pai"
  • Rory Haines, Sohrab Noshirvani & M.B. Traven, por "The Mauritanian"
  • Chloé Zhao, por "Nomadland"
  • Ramin Bahrani, por "O Tigre Branco"

Melhor roteiro original

  • Tobias Lindholm & Thomas Vinterberg, por "Another Round"
  • Jack Fincher, por "Mank"
  • Emerald Fennell, por "Bela Vingança"
  • Theresa Ikoko & Claire Wilson, por "Rocks"
  • Aaron Sorkin, por "Os 7 de Chicago"

Melhor animação

  • "Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica"
  • "Soul"
  • "Wolfwalkers"

Melhor filme em língua não-inglesa

  • "Another Round" (Dinamarca)
  • "Dear Comrades!" (Rússia)
  • "Os Miseráveis" (França)
  • "Minari" (EUA)
  • "Quo Vadis, Aida?" (Bósnia)