PUBLICIDADE
Topo

Cantora gospel morre de covid-19 após passar 10 dias internada em Cuiabá

Cantora gospel morre de covid-19 após passar 10 dias internada no MT - Reprodução/Facebook
Cantora gospel morre de covid-19 após passar 10 dias internada no MT Imagem: Reprodução/Facebook

Daniel César

Colaboração ao UOL, em Pereira Barreto (SP)

01/03/2021 21h46

A cantora gospel Selma Gonçalves, 55 anos, conhecida no estado de Mato Grosso, faleceu ontem por complicações da covid-19. Ela estava internada desde o dia 18 de fevereiro no Pronto-Socorro de Cuiabá, onde morava com a família.

Segundo apurou Splash, Selma foi internada com falta de ar e apresentando sintomas leves da doença. Como a respiração estava delicada, os médicos preferiram mantê-la na unidade assim que o resultado dos exames confirmou tratar-se do novo coronavírus.

Filha de Selma, Josyane Gonçalves confirmou que a mãe teve uma importante melhora na semana passada, indicando uma evolução clínica: "Ela estava respirando com apenas 35% dos aparelhos, mas de repente piorou de novo e acabou não resistindo", lamenta.

"Um exemplo de mãe, de esposa, que sempre batalhou para dar o melhor para nós. Não tenho palavras para descrever o exemplo de mãe que ela foi para nós enquanto viveu. Os conselhos que ela sempre dava sobre perdão e comunhão entre família, assim como nunca desistir do que Deus tem para nós", diz Josyane sobre Selma.

Além de cantora, Selma era missionária e membro da Assembleia de Deus de Cuiabá, que chegou a emitir nota lamentando a morte: "Neste momento de dor e separação, o Pastor Silas Paulo de Souza se solidariza com familiares e amigos, pedindo ao Espírito Santo que vos console, conforte e os fortaleça", diz a mensagem.

Josyane também lembra o trabalho da mãe na comunidade: "Um exemplo de serva de Deus. Ela não olhava os obstáculos para servir a Deus no louvor, dom que ela tinha desde os quatro anos de idade. Ela deixa um legado que é de nunca desistir."

Selma Gonçalves fez carreira no meio evangélico do Mato Grosso, fazendo shows pelas igrejas da Assembleia de Deus na região de Cuiabá e também em outros estados. A cantora tem quase 5 mil seguidores no Facebook. Ela gravou, de forma independente, um CD com seis faixas evangélicas. As músicas estão disponíveis no YouTube da artista, que conta com mil seguidores.

Por conta dos protocolos sanitários no Mato Grosso, não houve velório. O sepultamento aconteceu hoje, pela manhã. O evento foi cercado por emoção, com um culto de despedida feito por um pastor e transmitido pelas redes sociais de Selma.

A cantora foi mais uma das vítimas do novo coronavírus em Cuiabá. Até a última atualização do Sus Analítico, feito ontem, a capital do Mato Grosso contava com 1.524 óbitos confirmados da doença. O total de casos confirmados da covid-19 já chega a 53.729. A média móvel está em 304,79, a maior dos últimos 45 dias.