PUBLICIDADE
Topo

Springsteen escapa de processo por dirigir bêbado, mas admite outra ofensa

Bruce Springsteen não será mais processado por dirigir bêbado - Divulgação
Bruce Springsteen não será mais processado por dirigir bêbado Imagem: Divulgação

De Splash, em São Paulo

24/02/2021 14h54

Bruce Springsteen não será mais processado pelo governo dos EUA por direção imprudente e direção sob efeito de álcool. Em audiência virtual na manhã de hoje, os promotores federais do caso anunciaram que ambas as acusações seriam abandonadas.

O "Chefe" (apelido de Springsteen) foi abordado por policiais no Gateway National Recreation Area, um parque federal de Nova Jersey, em 14 de novembro, após os oficiais avaliarem que ele podia estar embriagado.

Os representantes do governo disseram, segundo o The Hollywood Reporter, que o roqueiro foi submetido a um teste do bafômetro na ocasião, mas que marcou apenas 0,02 no aparelho — em Jersey, o limite legal é 0,08, quatro vezes maior do que isso.

O dono do hit "Born in the U.S.A.", no entanto, se declarou culpado de uma terceira acusação: a de consumir álcool em um lugar fechado (que não era sua casa). Springsteen aguarda agora a sentença do juiz.