PUBLICIDADE
Topo

UOL Vê TV #64: Público detesta Karol Conká, mas BBB não existe sem vilões

Colaboração para Splash, em São Paulo

23/02/2021 14h54

A expectativa pela eliminação de Karol Conká do "BBB 21" levanta questões sobre o programa e sobre a própria artista. Os vilões do reality show estão entre os principais assuntos do podcast UOL Vê TV #64, com Aline Ramos, Chico Barney, Débora Miranda e Mauricio Stycer (assista no vídeo acima).

Continua depois da publicidade
Conká anima o jogo, mas as pessoas dizem que ela tem de sair porque é má. Os limites se confundem
Mauricio Stycer

"Sinto que Karol vai sair em um momento em que estava inserida num contexto de dinâmica de vilã normal", opina Barney. "Estamos vivendo as consequências de um mundo que só existe na cabeça dela. Ao mesmo tempo vai ser divertido ver o anúncio da saída dela e o que ela vai falar."

Reprodução / Globoplay - Reprodução / Globoplay
Karol Conká no 'BBB 21'
Imagem: Reprodução / Globoplay

Para Aline, é importante ter um vilão para o reality funcionar. "Só que a Karol não é a única possível vilã dentro do 'BBB'. A saída dela não significa que as coisas vão parar de acontecer. Tem muita história boa de escanteio que a gente acaba deixando passar por causa dela."

A gente não gosta de quem é canalha, mas não gosta de quem é certinho também. Isso é um pouco reflexo do país em que a gente vive
Débora Miranda
Continua depois da publicidade

Para a editora de Splash, "a gente está unido para eliminar Karol porque a gente quer viver um certo senso de justiça, a gente foca as energias no 'BBB'. É preciso humanizar quem está saindo. Aquilo é um jogo. As pessoas têm família e trabalho fora da casa."

Reprodução/Globoplay - Reprodução/Globoplay
A rapper Karol Conká
Imagem: Reprodução/Globoplay

"O 'BBB' é um ambiente de confronto, a gente precisa entender isso e curtir o jogo", diz Débora. "Odiar e amar também faz parte do jogo", complementa Aline.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição de áudio. Você pode ouvir UOL Vê TV, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube —neste último, a transmissão com vídeo ao vivo é às terças-feiras, às 13h.