PUBLICIDADE
Topo

Ashley Judd diz ter enfrentado cirurgia de 8 horas após acidente no Congo

Ashley Judd em recuperação no hospital - Reprodução/Instagram
Ashley Judd em recuperação no hospital Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

23/02/2021 17h56

Ashley Judd, 52 anos, está se recuperando de uma queda que sofreu no Congo. A atriz de "Twin Peaks" foi transportada do país para uma Unidade Intensiva em um hospital da África do Sul e depois transferida novamente para os Estados Unidos, onde teve que passar por uma cirurgia de oito horas para reparar os danos causados pelo acidente.

Em uma coletânea de fotos e vídeo, Judd mostrou imagens do hospital em que foi internada e dos médicos e profissionais da saúde que trabalharam em sua recuperação.

"Quero fazer o agradecimento mais profundo e vulnerável ao Hospital Sunninghill em Joanesburgo, na África do Sul, por tomar decisões rápidas em minha chegada. Cheguei da RDC em péssimo estado e minha perna não tinha pulso. Eu precisava desesperadamente de uma transfusão de sangue. As irmãs (enfermeiras) são exemplares, tecnicamente de primeira linha, e cuidaram do trauma em meu corpo e também em minha alma com igual competência."

Durante relato, a atriz ainda afirmou que, após ficar estável, recebeu muita alegria dos profissionais do hospital.

"O Dr. Greef, na foto, foi excelente em estabilizar minha perna com o fixador externo até que o dano maciço do tecido mole e o inchaço diminuíssem para que eu pudesse fazer a Grande Operação. O que ele fez foi significativo e estou eternamente em dívida com ele."

Judd ainda afirmou que todo o tratamento aconteceu durante este novo período em que uma nova cepa do coronavírus (Covid B.1.351) ameaça a África do Sul.

"Meu amado pai, que recebeu o texto que nenhum pai quer: 'emergência, não posso responder a perguntas, por favor, venha agora', de fato viajou, porque foi vacinado, pôde vir para a África do Sul. Ele tem sido minha rocha, companheiro, recurso, me ajudou a ouvir tantos médicos, apoio crítico e presença amável e amorosa enquanto eu tenho chorado e chorado."

Após a recuperação, Judd retornou aos Estados Unidos em uma viagem de 22 horas com quatro voos, um trajeto que contou com uma ambulância aérea.

"Em um hospital americano, tive que continuar esperando que os danos aos tecidos e o inchaço diminuíssem. Por fim, fui qualificada para passar por uma cirurgia de 8 horas para reparar os ossos, descomprimir o nervo com hemorragia e retirar cacos de ossos do nervo. Agora estou me recuperando da cirurgia."

"Sou muito grata a todos os especialistas, incluindo aquele especialista na foto, meu Pop, que está esfregando meu pé para lembrar meu pé enquanto ele ainda não consegue se mover de que está conectado ao meu corpo. Já estou de pé e por aí. Obrigada por seu carinho e palavras gentis. Lembremo-nos sempre daqueles sem seguro. Vamos nos lembrar daqueles que não têm escolha. Vamos nos lembrar daqueles que estão solitários e com medo", concluiu a atriz.

Ashley Judd sofreu um acidente há duas semanas em uma floresta no Congo. Em texto publicado nas redes sociais, a norte-americana afirmou que levou 55 horas para sair da mata selvagem e conseguir ser transportada para um hospital.

Na publicação, a atriz revelou que se não fossem seus irmãos e irmãs congoleses, ela poderia ter perdido uma perna ou até então ter morrido em razão de uma hemorragia interna.