PUBLICIDADE
Topo

Atriz de 'X-Men' fala sobre diagnóstico de fibromialgia: 'Estava muito mal'

Olivia Munn comentou sobre tema em entrevista - Reprodução/Instagram @oliviamunn
Olivia Munn comentou sobre tema em entrevista Imagem: Reprodução/Instagram @oliviamunn

Colaboração para Splash, em São Paulo

22/02/2021 23h06

Olivia Munn, atriz que interpretou Psylocke em "X-Men: Apocalipse", filme lançado em 2016, falou sobre o diagnóstico de fibromialgia. A doença gera dores constantes no corpo acompanhadas por alterações de memória, sono e humor.

"Eu tive que mudar minha rotina de bem-estar de maneira significativa. Tive que ser atenciosa com o que colocava no meu corpo", disse a norte-americana sobre as mudanças geradas pela doença em entrevista à People.

"Tive que começar a comer sem glúten, sem laticínios e sem açúcar, tive que cortar um monte de coisas que estava acostumada a comer todos os dias e coisas que eu realmente amava", completou Olivia na sequência.

A atriz relatou que estava chegando em um "ponto crítico" por conta da fibromialgia. "Estava indo por um caminho em que pegaria várias doenças autoimunes. Foi quando eu percebi que eram as minhas escolhas. Então eu não tive opção, estava me sentindo muito mal".

Na sequência, Olivia Munn contou que a dieta proposta pelos médicos não consistia apenas em ingerir alimentos saudáveis. A recomendação foi buscar alimentos nutritivos e que ela sentisse prazer em consumir, pois a satisfação seria importante para um melhor funcionamento do organismo.