PUBLICIDADE
Topo

'Bacurau' é indicado a prêmio nos EUA votado por críticos LGBTQ+

Sonia Braga viveu a médica lésbica Domingas em "Bacurau" - Victor Jucá/Divulgação
Sonia Braga viveu a médica lésbica Domingas em 'Bacurau' Imagem: Victor Jucá/Divulgação

De Splash, em São Paulo

11/02/2021 14h38

Mais uma indicação para a conta! O brasileiro "Bacurau" foi lembrado pelos votantes do Dorian Film Awards, dos EUA, na categoria melhor filme em língua estrangeira. Os vencedores serão revelados em 18 de abril.

A premiação, votada por críticos de cinema LGBTQ+, indicou o longa de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles junto com "Another Round" (Dinamarca), "I Carry You With Me" (México), "La Llorona" (Guatemala), "Minari" (EUA, mas falado em coreano) e "Nós Duas" (França).

"Bacurau", vale lembrar, tem vários personagens LGBTQ+, entre eles a médica Domingas (Sonia Braga), que é lésbica; e Darlene (Danny Barbosa), que é uma mulher transgênero.

O longa nacional tem feito sucesso nas premiações internacionais. "Bacurau" foi indicado ao Independent Spirit Awards, passou por eliminatória no BAFTA e foi lembrado em várias outras cerimônias votadas por críticos.

Veja os principais indicados do Dorian:

Melhor filme

  • "First Cow"
  • "Minari"
  • "Nomadland"
  • "Bela Vingança"
  • "O Som do Silêncio"

Melhor filme LGBTQ+

  • "Ammonite"
  • "I Carry You With Me"
  • "A Voz Suprema do Blues"
  • "Supernova"
  • "Tio Frank"

Melhor filme em língua estrangeira

  • "Another Round" (Dinamarca)
  • "Bacurau" (Brasil)
  • "I Carry You With Me" (México)
  • "La Llorona" (Guatemala)
  • "Minari" (EUA)
  • "Nós Duas" (França)

Melhor direção

  • Chloé Zhao, por "Nomadland"
  • Emerald Fennell, por "Bela Vingança"
  • Kelly Reichardt, por "First Cow"
  • Lee Isaac Chung, por "Minari"
  • Regina King, por "Uma Noite em Miami"

Melhor atriz

  • Carey Mulligan, por "Bela Vingança"
  • Frances McDormand, por "Nomadland"
  • Nicole Beharie, por "Miss Juneteenth"
  • Sidney Flanigan, por "Nunca, Raramente, Às Vezes, Sempre"
  • Viola Davis, por "A Voz Suprema do Blues"

Melhor ator

  • Anthony Hopkins, por "Meu Pai"
  • Chadwick Boseman, por "A Voz Suprema do Blues"
  • Delroy Lindo, por "Destacamento Blood"
  • Riz Ahmed, por "O Som do Silêncio"
  • Steven Yeun, por "Minari"

Melhor atriz coadjuvante

  • Amanda Seyfried, por "Mank"
  • Candice Bergen, por "Let Them All Talk"
  • Maria Bakalova, por "Borat: Fita de Cinema Seguinte"
  • Olivia Colman, por "Meu Pai"
  • Yuh-Jung Youn, por "Minari"

Melhor ator coadjuvante

  • Chadwick Boseman, por "Destacamento Blood"
  • Daniel Kaluuya, por "Judas e o Messias Negro"
  • Leslie Odom, Jr., por "Uma Noite em Miami"
  • Paul Raci, por "O Som do Silêncio"
  • Sacha Baron Cohen, por "Os 7 de Chicago"