PUBLICIDADE
Topo

New Radicals: A volta que ninguém pediu (só o presidente Biden)

A banda New Radicals, famosa pela música "You Get What You Give", de 1998
A banda New Radicals, famosa pela música "You Get What You Give", de 1998
Reprodução

Osmar Portilho

De Splash, em São Paulo

20/01/2021 12h39

O clipe de "You Get What You Give" era uma praga na MTV em 1998. Várias vezes por dia víamos uma galera irritantemente feliz e "radical" correndo num shopping center.

Lembra do vocalista Gregg Alexander com seu chapéu de pescador atochado na cabeça?

Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução
Continua depois da publicidade

Em 1998 a gente achava essa galera rebelde.

Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

E por que estamos falando do New Radicals?

Bem, eles foram selecionados para se apresentar na cerimônia de posse do presidente Joe Biden, nos Estados Unidos.

Joe Biden e Kamala Harris fazem primeira aparição juntos após nomeação de Kamala como vice de Biden - Olivier DOULIERY / AFP - Olivier DOULIERY / AFP
Imagem: Olivier DOULIERY / AFP

A própria banda parecia já ter se enchido dela mesma quando se desintegrou no ano seguinte ao seu maior sucesso, em 1999.

Porém, ao que tudo indica, Joe Biden é um grande fã dos californianos.

Em sua autobiografia de 2017, "Promise Me, Dad", ele diz que a música "You Get What You Give" foi quase que uma "faixa tema" de sua família enquanto seu filho, Beau, lutava contra o câncer.

Continua depois da publicidade
Beau me fazia ouvir essa canção. Embora nunca tenha desistido, acho que sabia o que aconteceria. A letra diz: 'O mundo inteiro pode desmoronar. Você estará OK, siga seu coração'.
Joe Biden

Beau Biden morreu em 30 de maio de 2015, quando tinha 46 anos.

Tocar essa música após tanto tempo será uma grande honra. Tenho muito respeito por Beau e muita esperança pela união que Joe e Kamala trarão novamente neste tempo de crise.
Gregg Alexander, vocalista do New Radicals

Para ser justo com o New Radicals, a banda teve outro hit que foi bem nas paradas: "Someday We'll Know', ambas no disco "Maybe You've Been Brainwashed Too" (1998).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL