PUBLICIDADE
Topo

Bridgerton: as maiores mudanças da série em relação aos livros, segundo fãs

Capa do livro "O Duque e Eu", de Julia Quinn, que inspirou a primeira temporada da série "Bridgerton", da Netflix
Capa do livro "O Duque e Eu", de Julia Quinn, que inspirou a primeira temporada da série "Bridgerton", da Netflix
Divulgação

Beatriz Amendola

De Splash, em São Paulo

12/01/2021 04h00Atualizada em 12/01/2021 11h25

Você provavelmente já sabe que "Bridgerton", a série que tem viciado um monte de gente na Netflix, é baseada em uma série de livros escrita por Julia Quinn, autora que já vendeu mais de um milhão de cópias só no Brasil.

Mas, como sabemos, adaptações nunca são 100% fiéis ao papel.

Por isso, Splash foi atrás de fãs dos livros para saber quais foram as maiores mudanças da série, adaptada por Chris Van Dusen ("Scandal") e produzida por Shonda Rhimes ("Grey's Anatomy").

Quer saber quais são elas? Então vem!

Continua depois da publicidade

Mas fica a dica: aqui tem spoilers da série e dos livros, então se você não quer saber o que acontece, pare por aqui.

Alerta de Spoiler Splash - Arte UOL - Arte UOL
Imagem: Arte UOL

A revelação de Lady Whistledown

A série deixou para o último episódio de sua primeira temporada a descoberta da identidade de Lady Whistledown: Penelope Featherington (vivida por Nicola Coughlan). Nos livros, isso só acontece no quarto volume, "Os segredos de Colin Bridgerton".

LIAM DANIEL/NETFLIX - LIAM DANIEL/NETFLIX
Imagem: LIAM DANIEL/NETFLIX
Isso foi ótimo, uma por já ter o spoiler na Internet, outra porque reafirma que a série não é sobre o público desvendar o mistério de quem é a Lady Whistledown.
As Ladies do perfil The Briderton Lady (@thebridgertolady)

Talita, do Julia Quinn Brasil (@ldywhistledown), concorda, e completa: "Uma coisa importante a ser destacada é que ela foi revelada somente para o telespectador, para a sociedade londrina que compõe a série segue tudo igual".

Continua depois da publicidade

Cena polêmica de Daphne e Simon

Uma das passagens mais controversas do livro "O Duque e Eu", que serviu de base para a primeira temporada, traz Daphne iniciando sexo com Simon quando ele está bêbado —pela lei brasileira, isso configura estupro de vulnerável.

Na série, a cena foi tratada de forma um pouco diferente: tanto Daphne quanto Simon estão plenamente conscientes quando começam a transar, mas ela fica por cima dele para impedi-lo de praticar o coito interrompido.

LIAM DANIEL/NETFLIX - LIAM DANIEL/NETFLIX
Imagem: LIAM DANIEL/NETFLIX

"Aliviaram na série. Nos livros eles até vão cada um para um lado depois", notam Gabrielle, Heloyse, Isabelle, Leila e Naila, equipe do Bridgerton Stans (@bridgertonstans), que reúne fãs da trama.

"Ainda é uma quebra de confiança, mas tomou outra forma", opina Manu, do Julia Quinn Brasil.

Ela completa:

Essa sequência causa muito debate no fandom, mas acredito que muitas pessoas gostaram da cena. Ela faz parte da trama do casal, e ainda traz um debate muito interessante sobre consentimento entre marido e mulher.

Continua depois da publicidade

O primogênito de Daphne e Simon

Bem no fim da primeira temporada, Daphne dá à luz a um menino, seu primeiro filho com Simon. Mas, nos livros, é uma menina a primeira filha do casal. A mudança foi citada por todas as fãs —e, no geral, não foi muito bem recebida.

"Não achamos muito legal porque não era uma mudança necessária. Além disso, as meninas meio que preparam Simon, já que ele não queria passar a linhagem para a frente", dizem as Ladies do @thebridgertonlady.

A trama de Marina

"Nos livros, Marina Thompson é prima dos Bridgertons, e ela só aparece um pouquinho no prólogo do quinto livro", contam as administradoras do Bridgerton Stans. Ah, e no papel a personagem não está grávida —mas realmente acaba se casando com Sir Phillip.

Divulgação/Netflix - Divulgação/Netflix
Imagem: Divulgação/Netflix

Para Talita, do Julia Quinn Brasil, o fato de a série colocá-la como prima distante dos Featheringtons foi um acerto, já que deu mais destaque ainda para aquela família.

Continua depois da publicidade

Sentimos raiva de Marina, apesar de sua situação delicada, por enganar Colin? MUITA! Mas no final deu tudo certo. Ela se foi com Phillip Crane deixando o gancho necessário para a história de Eloise.

As personalidades dos irmãos Bridgerton

A primeira temporada da série da Netflix é centrada em Daphne, mas Anthony, Benedict e Colin, seus três irmãos mais velhos, também ganham destaque. E alguns traços e acontecimentos relacionados a eles também mudaram.

Vamos por partes:

Anthony Bridgerton

As fãs ouvidas por Splash apontaram várias mudanças em relação ao primogênito da família Bridgerton, tanto em sua história quanto em sua personalidade.

Divulgação/Netflix - Divulgação/Netflix
Imagem: Divulgação/Netflix

Para começar: Anthony é descrito no livro como um libertino que tinha várias amantes, não um caso duradouro com a cantora Siena Rosso (que no livro, aliás, se chama Maria e aparece pouco).

Continua depois da publicidade

E a forma como ele trata a família na série também causou estranhamento, principalmente no que se refere ao fato de ele ter aceitado o pedido de casamento de Nigel em nome de Daphne (o que também não acontece nos livros), e ao conflito que expressa como chefe de família.

Ele era extremamente responsável e devotado à família nos livros e isso não parece ser um grande sacrifício. Então me causou algum estranhamento ver o desejo de escapismo que ele mostra na série.
Mari, também do Julia Quinn Brasil

Mas para Talita a essência do personagem se manteve: "É, de certa forma, o Anthony dos livros, aquele com todas as suas nuances, aquele que nas primeiras aparições queremos matar e que no final queremos botar no colo."

Benedict Bridgerton

Tanto Talita quanto as Ladies aprovaram a trama do rapaz, que começou a explorar seu lado mais artístico e social na série. Parece ser uma boa preparação para a trama dele, que nos livros vive um amor proibido.

Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
Imagem: Reprodução/Netflix
Continua depois da publicidade

Colin Bridgerton

O ar romântico e imaturo do personagem fugiu um pouco do que as fãs esperavam, já que nos livros ele é mais desenvolto e engraçado. "Nos livros Colin já viajava muito e nunca havia sofrido uma desilusão amorosa ou se apaixonado, até a sua esposa", notam as fãs do Brigderton Stans.

E aí, ansiosos para uma segunda temporada?

Enquanto ela não chega, tem muita coisa de "Bridgerton" para ler aqui em Splash: nós respondemos às perguntas mais buscadas sobre a série no Google, trouxemos curiosidades, visitamos o set da produção e também conversamos com o elenco sobre o amor dos fãs.