PUBLICIDADE
Topo

Em série documental, Anitta revela que foi estuprada aos 15 anos

Anitta revela que sofreu estupro
Anitta revela que sofreu estupro
Reprodução/Netflix

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

16/12/2020 04h50

Anitta contou em sua nova série documental que sofreu um estupro "aos 14 ou 15 anos". A cantora fala sobre a violência que foi vítima na adolescência logo no primeiro episódio de "Anitta: Made In Honório", que estreou hoje na Netflix.

Alerta gatilho: a partir daqui o texto tem trechos de relato de estupro

Continua depois da publicidade

Seguida durante meses pela equipe da Netflix, Anitta optou por gravar sozinha o depoimento em que conta sobre o estupro. Quase sem encarar a câmera, ela conta alguns detalhes da noite de terror que viveu com um homem que a manipulou e a forçou a fazer sexo, cometendo o crime.

Eu falei que não queria mais, mas ele não me ouviu. Ele não falou nada. Ele só seguiu fazendo o que queria fazer. Quando ele acabou, ele saiu, foi abrir uma cerveja, e eu fiquei olhando para a cama cheia de sangue. Faz muito pouco tempo que eu parei de achar que isso é culpa minha.

Anitta levou alguns anos para tomar coragem e contar tudo para a família. Na série, um dos irmãos dela, Renan, conta que ela pediu que eles não a encarassem enquanto ela relatava o crime. É evidente o desconforto da cantora em falar sobre o assunto.

Como Larissa criou Anitta

Larissa de Macedo Machado é o nome de batismo da cantora que conhecemos como Anitta. Como ela criou essa personagem é a pergunta que a artista ouve há dez anos, desde o início da carreira. Na série documental, ela quis finalmente contar a história por trás do nome artístico.

A Anitta nasceu da minha vontade e necessidade de ser uma mulher corajosa que nunca ninguém pudesse machucar. E que nunca ninguém pudesse fazer chorar e magoar. Que sempre tivesse uma saída para tudo.

Continua depois da publicidade

A partir daí, surgiu uma artista bastante exigente com seu trabalho e equipe. Horas a fio de dedicação, viagens para cumprir compromissos que a levaram até mesmo a três países no mesmo dia, horas livres contadas para aproveitar ao lado da família e muitos relacionamentos amorosos nada duradouros.

Mostrando muito dos bastidores, a cantora dá uma esnobada no show do Rock in Rio, que não saiu exatamente como ela queria, e prioriza a reprodução do mesmo show que fez em Honório Gurgel, bairro onde cresceu no subúrbio do Rio. Cenas da apresentação permeiam a série e também fazem o "gran finale".

"Made In Honório" entrou na Netflix Brasil à meia-noite e, nas primeiras horas no ar, já virou o assunto mais comentado no Twitter, provando a força do fandom. Assim como "Vai Anitta", outra série que ela lançou com a gigante do streaming em 2018, são seis episódios de pouco mais de 30 minutos cada.