PUBLICIDADE
Topo

'Eduardo e Mônica': Diretor recusou streaming para lançar filme no cinema

Cena de Eduardo e Mônica
Cena de Eduardo e Mônica
Reprodução

Guilherme Lucio da Rocha

De Splash, em São Paulo

05/12/2020 17h40

A estreia do filme "Eduardo e Mônica", inspirado na música do Legião Urbana, precisou ser adiada por conta da pandemia do novo coronavírus. E, segundo o diretor René Sampaio, que também dirigiu o longa "Faroeste Caboclo (2013)", a espera dos fãs vai valer a pena.

Durante painel na CCXP na tarde de hoje (5), Sampaio disse que recusou propostas de plataformas de streaming para o lançamento do filme para privilegiar a exibição nas telonas.

Continua depois da publicidade
Primeiro pôster de Eduardo e Mônica - Divulgação - Divulgação
Primeiro pôster de Eduardo e Mônica
Imagem: Divulgação

Fiz o filme pensando em lançar no cinema porque é um filme evento, para levar a família. Foi um trabalho feito para tela grande. O público e o filme merecem essa chance. Tivemos oportunidades para vender para o streaming, quase irrecusáveis.

Inicialmente, a data de estreia estava marcada para 12 de junho, mais conhecido como dia dos namorados. Com o adiamento por conta da pandemia, ainda não existe uma nova data.

'Triologia' da Legião Urbana

Além do diretor, estiveram presentes Gabriel Leone, que interpreta Eduardo, e Alice Braga, responsável por dar vida à Mônica nas telonas. Os três se disseram fãs da Legião Urbana e de Renato Russo.

Eu sou fanzação, sou um 'Legionário', como dizem. Isso muito por conta dos meus pais, pois era muito pequeno quando o Renato morreu. Para mim, foi muito especial dar vida a um personagem que saiu da cabeça e alma do Renato, é a realização de um sonho. Gabriel Leone.

Continua depois da publicidade

René também explicou que, desde o primeiro filme baseado em uma canção da banda de Brasília, a ideia era produzir outros dois e fazer uma triologia.

Bem, já temos dois feitos. O diretor não revelou qual vai ser o próximo. Fica aí o questionamento: qual música da Leigão Urbana merece virar filme?