PUBLICIDADE
Topo

Narrador emagreceu 40kg por problema de saúde e sonha com São Silvestre

João Guilherme perdeu 40 quilos
João Guilherme perdeu 40 quilos
Divulgação

Leandro Carneiro

De Splash, em São Paulo

30/11/2020 04h00

Um dos principais nomes do grupo Disney, o narrador João Guilherme será o responsável por narrar o duelo entre Flamengo e Racing pelas oitavas da Libertadores. Quem conhece os famosos seus bordões, como o famoso "que desagradável", pode não fazer ideia da trajetória do locutor.

Você sabia que ele narrou o Mundial vencido pelo Corinthians em 2000 —e tomou bronca? E que ele perdeu 40 quilos e se tornou um atleta amador? Também tem a história de que o videogame é importante em sua carreira.

Vem ver mais curiosidades de João Guilherme.

Continua depois da publicidade

Cuidado com a saúde

Tudo aconteceu depois da Copa do Mundo da Rússia, há dois anos. João fez uma série de exames e os resultados não foram muito animadores. A cardiologista indicou fazer uma cirurgia bariátrica para não ter mais problemas, e depois de seis meses de orientações, nasceu um novo João.

Fiz e posso dizer que foi a melhor coisa que fiz. Transformação maravilhosa, resolvi problemas de saúde e me motivei a seguir por outro caminho. Faço agora atividade física, corro 10 km, tenho outros hábitos de vida e alimentação saudável.

João revelou que chegou a perder 40 quilos —no momento tem 37 a menos do que tinha. Mas avisa que apesar do resultado positivo, as pessoas só devem procurar a cirurgia após recomendação médica e com acompanhamento psicológico.

Continua depois da publicidade

Nasce um atleta

Quem gosta de correr poderia ter a chance de ver João Guilherme pelas ruas de São Paulo no fim de 2020, mas a pandemia de covid-19 atrapalhou. A meta era chegar nos 15 km para depois pensar numa meia maratona —21km— em 2021. Mas esse sonho ficou para o futuro.

Gamer

Outra curiosidade sobre João Guilherme é que ele gosta de jogar videogame. Quer dizer, é um passatempo entre ele e os filhos, o que acaba dando uma ajudinha no trabalho.

Jogo videogame com os filhos e isso ajuda no trabalho, porque tem vezes que é obrigado a fazer transmissões de times que não são muito conhecidos. Aí tem de estudar um pouco mais sobre os times, e a melhor forma de conhecer é pelo videogame. Aprendo muito jogando.

Neymar - Daniel Esdras/GameHall - Daniel Esdras/GameHall
Imagem: Daniel Esdras/GameHall

Fã de série

Outro hobby que faz parte da vida do narrador são as séries de televisão e os livros, principalmente os relacionados com futebol. Na dramartugia, o top cinco dele é:

  • "Breaking Bad"
  • "Homeland"
  • "Suits"
  • "The Mandalorian"
  • "The Crown"
Continua depois da publicidade
Breaking Bad - Divulgação - Divulgação
Breaking Bad é a favorita de João
Imagem: Divulgação

Mundial de 2000

Antes de sua passagem pela Disney, João narrou durante anos no SporTV. E foi lá que ele teve de lidar com "haters" conhecidos durante o Mundial de 2000, vencido pelo Corinthians contra o Vasco.

Primeiramente, um amigo corintiano ligou e disse que trocou de canal porque ele torcia muito para o Vasco. Depois, o sogro do irmão, vascaíno, fez reclamação semelhante, mas disse que ele estava muito corintiano.

Entendi que o público que acompanha meu trabalho é movido pela emoção. Eu preciso compreender essas reações, é do momento, do calor do jogo. A gente vira vítima dessa análise. Passei a entender melhor as pessoas.

Continua depois da publicidade

Acidente da Chape

No último sábado, João viu fazer aniversário uma data marcante em sua vida. O acidente de avião com o time da Chapecoense e com seus ex-companheiros de Fox Sports, como Victorino Chermont e Mário Sergio.

Naquele dia, o narrador acordou com a esposa mandando mensagem e perguntando se ele estava no avião. "Foi uma agonia, horas passando, aquela expectativa".

A gente era um trio, fizemos diversas transmissões. É algo que até hoje eu olho para o lado... Algo que vai me acompanhar para sempre. Guardo lembranças maravilhosas dessas pessoas, eram grandes companheiros.

Onde tudo começou?

Antes de qualquer emissora, João teve uma carreira precoce, narrava o jogo de futebol de seus amigos quando tinha apenas sete, oito anos. A primeira oportunidade profissional foi na Rádio Carioca, em 1998, aos 17 anos.

Continua depois da publicidade

João era o garoto que anotava os placares para passar para a transmissão, mas a voz do locutor não estava boa naquele 8 de novembro. E aí nasceu o narrador que todos conhecem.

O resto é história.