PUBLICIDADE
Topo

Cinemas seguem abertos em SP mesmo com regressão à fase amarela; entenda

Sala de cinema da rede Cinépolis, em São Paulo - Renata Nogueira/UOL
Sala de cinema da rede Cinépolis, em São Paulo Imagem: Renata Nogueira/UOL

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

30/11/2020 16h36

Apesar do recuo da fase verde para a fase amarela do Plano São Paulo em diversas cidades e regiões do estado, incluindo a capital, anunciado hoje pelo governador João Doria (PSDB), os cinemas por enquanto seguirão abertos.

"Sobre funcionamento dos espaços culturais, a recomendação da fase amarela é que teatros, cinemas e outros, assim como evento com o público sentado, sejam autorizados a funcionar. Estive em alguns desses locais, e os protocolos são rígidos. Então estão autorizados", comentou Patricia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, durante coletiva de imprensa hoje.

Cinemas reabrem em São Paulo

Na prática, pouca coisa muda para o setor, que já estava trabalhando com público reduzido, distanciamento social e vendas preferencialmente pela internet. A principal mudança é a capacidade máxima dos locais, agora reduzida de 60% para 40% do público.

Redes de cinema como Cinemark, porém, já estavam trabalhando com o limite de 40% de público nas salas mesmo na fase verde, por recomendação de especialistas do Hospital Albert Einstein.

Na cidade de São Paulo, os cinemas começaram a reabrir em 10 de outubro, data em que a cidade passou para a fase verde. Splash foi ao cinema e contou sobre os protocolos de segurança adotados na retomada.

Apesar da permissão de funcionamento de atividades culturais, como cinemas, teatros museus e bibliotecas, na retomada da fase amarela em SP, eventos com o público em pé ainda estão proibidos.