PUBLICIDADE
Topo

'Falas Negras ' traz surpresas e mostra urgência de amplificar vozes na TV

Bukassa Kabengele como Nelson Mandela em 'Falas Negras
Bukassa Kabengele como Nelson Mandela em 'Falas Negras
Victor Pollak/Globo

Colaboração para Splash, em São Paulo

25/11/2020 04h00

O especial "Falas Negras", exibido na última sexta-feira (20), Dia da Consciência Negra, é um dos temas tratados no podcast UOL Vê TV #54, com Chico Barney, Débora Miranda e Mauricio Stycer (assista no vídeo abaixo a partir de 10:54).

Continua depois da publicidade

O programa com direção de Lázaro Ramos e idealizado por Manuela Dias trouxe textos históricos de 22 personagens que protagonizaram grandes falas desde 1600 até os dias atuais, cada um deles interpretado por um ator negro.

Entre os 22 atores, eu não conhecia vários deles. Podia ter tido uma identificação visual no fim do programa. Queria saber quem são esses homens e essas mulheres

Mauricio Stycer

"Tive a mesma sensação assistindo", comenta a editora de Splash, destacando a caracterização como um dos pontos altos do especial. "Foi uma iniciativa bem importante da Globo."

O desafio é continuar, é ter essas vozes amplificadas, fugir da efeméride e ter essas vozes no cotidiano falando de outras coisas

Chico Barney

Para Débora, também falta diversidade num nível maior na televisão. "Óbvio que a população negra no Brasil precisa estar de forma natural fazendo parte disso. Mas a representatividade tem de ir além. Já falamos de novelas como 'Sol Nascente', por exemplo, com homens brancos interpretando japoneses."

Continua depois da publicidade
Falas Negras - TV Globo/Divulgação - TV Globo/Divulgação
Os personagens de "Falas Negras", da TV Globo
Imagem: TV Globo/Divulgação

Você pode ouvir o programa UOL Vê TV em todas as plataformas de áudio, como Spotify e Apple Podcasts, entre outras. No YouTube, a gravação do programa também é transmitida em vídeo.