PUBLICIDADE
Topo

Star Wars: John Boyega teve conversa 'honesta' sobre racismo com produtora

Em setembro, ele criticou o fato de os personagens não-brancos terem ocupado um espaço secundário na trama - Divulgação
Em setembro, ele criticou o fato de os personagens não-brancos terem ocupado um espaço secundário na trama Imagem: Divulgação

De Splash, em São Paulo

23/11/2020 18h04

Após criticar a forma como a nova trilogia de "Star Wars" representou os personagens que não são brancos, John Boyega (que interpretou Finn) conta que conversou sobre o assunto com Kathleen Kennedy, produtora dos filmes e presidente da Lucasfilm.

Em entrevista à BBC hoje, ele diz: "Ela me apoiou verbalmente, e pudemos ter uma conversa bem legal, transparente e honesta que beneficia a nós dois".

Quaisquer personagens que nós amamos, só amamos por causa dos momentos que eles têm. São momentos heroicos que os produtores decidem criar para eles, então precisamos ver isso com personagens que sejam negros, ou de outras culturas"

Em junho, Kathleen Kennedy disse que Boyega era um "herói" por ter discursado durante um protesto antirracista nos Estados Unidos.

Depois, em entrevista à revista GQ em setembro, o ator falou sobre sua decepção com o fato de seu personagem ter se tornado periférico com o desenvolver da trama:

Eles sabiam o que fazer com Daisy Ridley, o que fazer com Adam Driver. Mas quando chegou a Kelly Marie Tran, quando se tratou de John Boyega, não sabem p... nenhuma. Então, eles querem que eu diga: 'Gostei da experiência. Foi uma grande experiência'. Não, não não. Eu vou dizer quando for uma grande experiência"