PUBLICIDADE
Topo

O que Dolly Parton tem a ver com uma das vacinas contra a covid-19

Dolly Parton fez a doação em abril deste ano - John Lamparski/AFP
Dolly Parton fez a doação em abril deste ano Imagem: John Lamparski/AFP

De Splash, em São Paulo

17/11/2020 16h02

Nesta semana, a empresa norte-americana Moderna trouxe otimismo à população mundial ao anunciar que sua vacina contra a covid-19 é quase 95% eficaz. O que ninguém esperava era que a cantora Dolly Parton tivesse participado, indiretamente, disso.

Mas afinal, o que ela tem a ver com a vacina?

Uma doação de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,3 milhões) da cantora para pesquisas no combate contra o coronavírus apoiou justamente o desenvolvimento da vacina da Moderna. De acordo com o The Guardian, ela foi uma das principais financiadoras das pesquisas.

A doação foi feita em abril deste ano e foi anunciada por Dolly nas redes sociais.

Meu amigo de longa data, Dr. Naji Abumrad, que está envolvido em pesquisas na Vanderbilt há muitos anos, me informou que estavam fazendo alguns avanços empolgantes em relação à pesquisa para a cura do coronavírus. Estou fazendo uma doação de 1 milhão de dólares para a Vanderbilt para essas pesquisas e com o intuito de incentivar as pessoas que podem pagar a fazer doações. Escreveu a cantora na época

Ainda segundo a publicação britânica, a doação do ícone da música country de 74 anos também apoiou um estudo do tratamento de pessoas infectadas com o plasma de outras portadoras de anticorpos contra o vírus, além do desenvolvimento de vários trabalhos de pesquisa.