PUBLICIDADE
Topo

Trump e Biden deveriam perder eleição para um herói: este jornalista da CNN

John King é o astro das eleições dos EUA há muitos anos
John King é o astro das eleições dos EUA há muitos anos
reprodução/CNN

Ana Carolina Silva

De Splash, em São Paulo

05/11/2020 17h13

Não é por acaso que John King tem "rei" no nome: Donald Trump e Joe Biden deveriam entregar a vitória na eleição presidencial para este herói do jornalismo norte-americano.

Calma, este comentário não é uma opinião política sobre Biden, Trump e a histórica disputa entre democratas e republicanos nos Estados Unidos. É só uma brincadeira.

Continua depois da publicidade

John King é um dos principais correspondentes da CNN norte-americana e concentra seu trabalho em Washington, a capital. Desde anteontem, quando a eleição oficialmente começou, ele descansou poucas vezes. Ontem, ele parou às 4h30 da manhã, mas às 10h já estava de volta no ar.

O habitat natural deste herói é o local em frente ao mapa dos EUA.

john king - reprodução/CNN - reprodução/CNN
John King na cobertura da eleição dos EUA em 2020, na CNN
Imagem: reprodução/CNN
Continua depois da publicidade

John analisa cada região azul ou vermelha, dá zoom em condados que ainda não apuraram seus votos e traz informações de quem realmente manja do riscado. Coisas como: "Biden tem vantagem no bairro X porque tomou café na padaria local em 1960" ou "Trump vence na cidade Y porque criou seu penteado lá".

Tipo isso:

john king meme - reprodução/Twitter - reprodução/Twitter
Meme com John King na cobertura da eleição dos EUA
Imagem: reprodução/Twitter

Já começa a circular uma teoria: será que os intervalos comerciais da CNN só existem para que John possa tirar pequenos cochilos de 5 minutos?

Este comentário da repórter Bárbara Baião mostra que até a redação da CNN Brasil está surpresa com John...

...e, afinal, alguém pode responder se esse cara é humano?

Pessoas do mundo inteiro estão chocadas com a energia de John King.

E o público brasileiro, que ostenta a rapidez da urna eletrônica, vai ajudando a alimentar o meme do "homem que não dorme".

Continua depois da publicidade

Cada "King" dá seu jeito para sobreviver ao caos eleitoral.

Gayle King, apresentadora da CBS, conseguiu tirar um cochilo de 45 minutos no estúdio da emissora.

gayle king - reprodução/Instagram - reprodução/Instagram
Gayle King, apresentadora da CBS, dorme no estúdio durante cobertura das eleições presidenciais nos EUA
Imagem: reprodução/Instagram

Ah, e a versão brasileira deles pode ser Guga Chacra, da GloboNews.