PUBLICIDADE
Topo

'De Volta Para o Futuro' inspirou 'Indiana Jones 4'? Roteirista explica

Michael J. Fox e Christopher Lloyd em cena da franquia "De Volta para o Futuro" - Divulgação
Michael J. Fox e Christopher Lloyd em cena da franquia 'De Volta para o Futuro' Imagem: Divulgação

De Splash, em São Paulo

20/10/2020 11h53

Bob Gale, o roteirista de "De Volta Para o Futuro", revelou que tanto o começo quanto o final do clássico de 1985 foram alterados para acomodar cortes de orçamento exigidos pelo estúdio — mas que a ideia por trás do clímax original acabou indo parar em outro filme, décadas depois.

De acordo com Gale, o seu primeiro rascunho do roteiro substituía o DeLorean capaz de viajar no tempo por uma geladeira, e o final do filme envolvia Marty McFly usando a sua máquina do tempo para se salvar de uma explosão nuclear.

Éramos obcecados pela ideia de construir uma cidade, ou uma maquete de uma cidade, e simplesmente explodir tudo. E sabe como é, quando você é um roteirista pode escrever o que quiser, mas na hora de filmar as coisas mudam. [...] O estúdio nos disse: 'Vocês podem fazer o filme, mas por US$ 1 milhão a menos do que pediram'."
Bob Gale relembra discussão com o estúdio sobre orçamento de 'De Volta Para o Futuro'

Gale e o diretor Robert Zemeckis tiveram que admitir, eventualmente, que o clímax originalmente planejado era a parte mais cara do filme. "Passamos um tempão pensando em algo para substituir o final, até que concebemos toda a sequência na torre do relógio", contou.

A ideia de um herói sobreviver a uma explosão nuclear com a ajuda de uma geladeira, no entanto, foi parar em "Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal" (2008), onde o personagem de Harrison Ford faz exatamente isso.

Vale lembra que o diretor da franquia "Indiana Jones", Steven Spielberg, foi produtor de "De Volta Para o Futuro".

Outra vítima dos cortes no orçamento de "De Volta Para o Futuro" foi a abertura original do filme, planejada como um ato de rebeldia de Marty (que, na época, seria interpretado por Eric Stoltz) na escola.

Segundo Gale, a cena mostraria o protagonista em detenção, provocando o caos na escola ao disparar propositalmente o alarme de incêndio e fugir do local.

Percebemos que seria uma logística enorme, e muitos dias de filmagens, para uma cena que não precisávamos de verdade. E o set [da escola] não tinha sido construído ainda. Então pensamos que, para economizar, poderíamos usar um set que já estava pronto: o laboratório de Doc Brown. E é claro que ficou muito melhor do que ficaria na versão original do roteiro."
Bob Gale admite que mudanças no filme foram para melhor