PUBLICIDADE
Topo

Suspeito em assassinato do ator Thomas Jefferson Byrd é preso em Atlanta

02.08.2012 - Thomas Jefferson Byrd (à esq.) com Spike Lee em evento em Nova York (EUA) - Johnny Nunez/WireImage
02.08.2012 - Thomas Jefferson Byrd (à esq.) com Spike Lee em evento em Nova York (EUA) Imagem: Johnny Nunez/WireImage

De Splash, em São Paulo

16/10/2020 13h09

O assassinato do ator Thomas Jefferon Byrd, colaborador frequente do diretor Spike Lee, está mais perto de ser resolvido. A polícia de Atlanta (EUA) anunciou hoje que o principal suspeito do crime, um homem chamado Antonio Demetrice Rynes, foi preso.

Segundo o comunicado oficial, reproduzido pelo site Entertainment Tonight, Rynes foi preso em operação conjunta do Departamento de Fugitivos da polícia de Atlanta e da SWAT, e aguardará julgamento na prisão pública do Condado de Fulton.

Byrd, que tinha tinha 70 anos, começou a parceria com Spike Lee em "Irmãos de Sangue", de 1995. Ele apareceu também em "Garota 6" (1996), "Jogada Decisiva" (1998), "A Hora do Show" (2000), "Verão em Red Hook" (2012) e "Chi-raq" (2015).

O cineasta postou várias homenagens a Byrd após saber do seu assassinato, inclusive relembrando cenas em que ele atuou. "Mandamos nossas condolências e desejamos paz à sua família. Descanse em paz, irmão", escreveu.