PUBLICIDADE
Topo

Imigrante e 'gente como a gente': como será a Mulher-Maravilha brasileira

Yara Flor, a nova Mulher-Maravilha, é brasileira
Yara Flor, a nova Mulher-Maravilha, é brasileira
Reprodução/DC

Leonardo Rodrigues

De Splash, em São Paulo

16/10/2020 04h00

É do Brasil-sil-sil! Se você acompanha Splash, já deve estar a par desta novidade que parou as máquinas: a nova versão da Mulher-Maravilha dos quadrinhos será uma personagem brasileira, que tem origem amazônica e estrelará a própria HQ na série "Future State", novo projeto da DC.

Ainda não entendeu muito bem? Vem que a gente te explica

Yara Flor - Reprodução - Reprodução
Yara Flor
Imagem: Reprodução

Continua depois da publicidade

Mas, primeiro, o que é 'Future State'?

É um novo universo remodelado da DC Comics, que se passará em 2030 e dará continuidade à saga "Dark Nights: Death Metal". O novo evento, que durará dois meses, oferecerá novos conceitos visuais e versões diferentes de heróis consagrados.

Imagem de divulgação do "Future State" - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Ou seja, haverá um novo Batman (o Batman original foi morto) na história, um novo Superman (Jon, filho de Clark Kent). E também uma nova Mulher-Maravilha, a brasileiríssima Yara Flor, que mal conhecemos, mas já consideramos pacas.

Yara Flor - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Yara tem conexão com outras tribos de Amazonas que estabelecemos, e parte do que descobriremos de sua origem é o que ativa sua condição, o que a torna a Mulher-Maravilha neste momento.
Jamie S. Rich, editor do Superman Group

Continua depois da publicidade

Pra quem não está tão familiarizado com as HQs: Amazonas são uma raça feminina guerreira criada pelas deusas Olimpianas para promover ideais de paz e justiça. Sua principal representante é a Mulher-Maravilha.

Voltando à Yara. Ela é uma brasileira que imigrou para os EUA e, ao longo da jornada, descobrirá sua origem, sua relação com as demais Amazonas —incluindo a Maravilha clássica— e por que foi escolhida para um posto tão importante.Como diria um certo mestre da Marvel, que já esteve na DC...

Com grandes poderes vêm grandes responsabilidades.
Stan Lee, pelas palavras do Homem-Aranha

Continua depois da publicidade

Personagem guerreiro brasileiro, ar misterioso, vindo da Amazônia. Isso não lembra alguém do mundo dos games?

Ficou curioso em saber quem desenhou e escreveu a história da Mulher-Maravilha brasileira?

Foi uma mulher, Joelle Jones, que já esteve por trás de Batman, Mulher-Gato e criou a elogiada HQ "Lady Killer" (2015-2017), sobre uma dona de casa dos anos 1950 que vira assassina de aluguel nas horas vagas.

Também estão na equipe criativa de "Future "State: Immortal Wonder Woman" Becky Cloonan, Michael W. Conrad e Jen Bartel.

Aliás, analisando título, seria Yara Flor imortal? Ou será que leremos algo tão sombrio quanto a "Marvel's Immortal Hulk"? Não dá pra dizer ainda. Mas são dois chutes.

Continua depois da publicidade

A humanidade da Yara está muito intacta e é muito importante. Diana é uma deusa. Está sempre meio acima de nós. Então temos a chance de voltar às raízes da Mulher-Maravilha, quando ela estava tentando e aprendendo a ser humana. Agora é o oposto: como uma humana aprende a ser deusa?
Jamie S. Rich

Outra personagem amazona será apresentada em "Future State": Nubia, E, segundo a DC, os fãs ainda podem esperar pela Mulher-Maravilha clássica lutando no final dos tempos como a última sobrevivente da era de ouro dos heróis da Terra.

Diana, a Mulher-Maravilha - Reprodução - Reprodução
Diana, a Mulher-Maravilha
Imagem: Reprodução

Resumindo: queremos ler isso pra ontem! Nos EUA, a HQ sai em janeiro. Que ela seja lançada no Brasil o quanto antes!

Continua depois da publicidade

E quem sabe um dia ela não chegue no cinema? Torcida nossa não falta