PUBLICIDADE
Topo

BTS perde patrocinadores na China por comentário sobre Guerra da Coreia

A banda de K-pop BTS enfrenta críticas após declaração de RM em premiação
A banda de K-pop BTS enfrenta críticas após declaração de RM em premiação
Cindy Ord/WireImage

De Splash, em São Paulo

13/10/2020 08h33

O BTS está em apuros por causa de um trecho do discurso do integrante RM ao aceitar um prêmio da Korea Society, ONG norte-americana que homenageou o grupo por incentivar relações culturais entre os EUA e a Coreia do Sul.

Nós sempre vamos nos lembrar da história de dor que nossas nações compartilham, e dos sacrifícios de incontáveis homens e mulheres." RM faz alusão à Guerra da Coreia durante discurso de premiação

Continua depois da publicidade

A declaração, no entanto, causou polêmica na China. Tanto usuários de redes sociais quanto jornalistas da mídia estatal acusaram o integrante do BTS de ignorar os soldados chineses que lutaram na Guerra da Coreia — ao lado da Coreia do Norte, contra os EUA e o Sul.

A atitude totalmente parcial do grupo em relação a Guerra da Coreia machuca os sentimentos dos cidadãos chineses, e nega a história." O tabloide Global Times criticou o discurso

A polêmica já custou patrocinadores ao BTS na China: a Samsung, a Hyundai e a Fila retiraram menções ao grupo de seus sites no país — e, no caso da Samsung, até um modelo de celular especial assinado pelo grupo sumiu das lojas.