PUBLICIDADE
Topo

Megan Fox diz que fama de egoísta prejudicou 'Garota Infernal'

Megan Fox em novembro de 2018
Megan Fox em novembro de 2018
Nathan Congleton/NBCU Photo Bank/NBCUniversal via Getty Images via Getty Images

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/09/2020 14h42

Megan Fox sempre foi um sex symbol para sua geração. No entanto, segundo a atriz de 34 anos, isso não ajudou em nada durante a divulgação de "Garota Infernal", comédia de terror que protagonizou em 2009.

Continua depois da publicidade

Em entrevista ao podcast norte-americano de Eli Roth, "History of Horror: Uncut", Fox admitiu que o filme não teve o reconhecimento que esperava quando estreou, principalmente pelas notícias que tomaram Hollywood após sua saída da franquia de "Transformers".

Por causa da minha imagem e quem eu era para a mídia na época, o filme nunca teve chance ", disse. "Eu tive uma desavença com uma pessoa que trabalhava na indústria. Isso aconteceu quando eu estava na turnê de imprensa para divulgar o filme. Acho que tudo explodiu de vez"

"Acho que o público definitivamente me via como uma pessoa negativa e com más intenções ou apenas superficial e egoísta", completou Fox.

Recentemente, "Garota Infernal" entrou para a lista do The New York Times como um dos grandes filmes de terror dirigido por mulheres, um trabalho de Karyn Kusama. Estrelado por Megan Fox, o filme também contou com Amanda Seyfried no elenco.

Continua depois da publicidade

"Ver isso [filme] sendo apreciado agora, obviamente me faz sentir muito bem. Todas essas pessoas trabalharam muito para fazer um projeto de qualidade, que foi prejudicado por motivos que não tinham a ver com eles", acrescentou Fox.