PUBLICIDADE
Topo

Sertanejo Fernando processa mãe de sua filha ao ser chamado de pai ausente

Fernando Zor - Manuela Scarpa/Brazil News
Fernando Zor Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

Mari Monts

De Splash, em São Paulo

25/09/2020 13h28

Fernando Zor, da dupla com Sorocaba, abriu um processo por danos morais contra Aline Oliveira, sua ex-companheira e mãe da sua filha Kamily. A empresária foi notificada pelo advogado do sertanejo, via WhatsApp, na noite de terça-feira (22).

A ação foi iniciada depois que ela afirmou, em entrevista a Fábia Oliveira, colunista do jornal "O Dia", que Fernando é um "pai ausente". Aline, agora, está proibida pela Justiça de falar publicamente sobre o cantor, sob pena de multa de R$ 10 mil por cada menção.

Procurada, a assessoria de Fernando Zor informou que o processo corre em segredo de Justiça e, por isso, o cantor não se pronunciaria sobre o caso. O advogado do cantor, Danilo Elena, reafirmou que seu cliente não se manifestará.

Antes de saber do processo movido por Fernando, no entanto, Aline havia conversado com Splash sobre o relacionamento de sua filha, que hoje tem 18 anos, com o sertanejo. E voltou a afirmar que ele não manteve relação próxima com a jovem. "A ausência dele na vida de Kamily não foi por trabalho, mas, sim, por escolha."

A assessoria de Fernando também não quis comentar as afirmações de Aline sobre a convivência dele com a jovem.

A empresária contou que ela e Fernando se envolveram muito novos, não chegaram a casar, só namorar, e que ela acabou engravidando. Aline diz que criou Kamily "praticamente sozinha" até os 7 anos.

"Aí foi quando ele começou a ter condições [financeiras]. Antes disso, ele mandava dinheiro quando podia, eu não exigia. Ele já estava na dupla há um ano e meio e pagava R$ 300 de pensão. Eu não brigava, e também não o coloquei na Justiça."

Aline diz que só depois parou para refletir sobre os direitos de Kamily: "Antes, eu prezava apenas pelo relacionamento dos dois". Mas o nascimento da segunda filha de Fernando mexeu com os sentimentos da empresária. Ela diz que havia diferença no tratamento entre as meninas.

Em 2015, ainda segundo ela, Kamily teria pedido para passar o Dia dos Pais com Fernando. Ele disse que mandaria as passagens para que a menina fosse de Londrina para São Paulo. "Depois ligou em cima da hora dizendo que não ia mais comprar pois estava muito caro. No mês seguinte, ele postou uma foto indo para Miami."

Kamily chegou a morar por um tempo na casa do pai, mas, após dois anos, voltou a viver com a mãe.

Agora, a jovem vem sendo alvo de críticas nas redes sociais. Segundo Aline, ela vem sendo atacada por fãs de Fernando e por fã-clubes do ex-relacionamento do cantor com Maiara. A empresária disse que conversou com o cantor e pediu que ele fosse a público defender a filha, o que não aconteceu.

"Eu me calei por anos, e a imagem maravilhosa de bom pai que ele construiu foi em cima do nosso silêncio", encerrou.