PUBLICIDADE
Topo

Ellen DeGeneres aborda denúncias em estreia da 18ª temporada de programa

Ellen DeGeneres esteve envolvida na polêmica nos últimos meses
Ellen DeGeneres esteve envolvida na polêmica nos últimos meses
AFP

De Splash, em São Paulo

21/09/2020 10h25

A estreia da 18ª temporada do "The Ellen DeGeneres Show", que aconteceu hoje, abordou diretamente as inúmeras reclamações e denúncias de abuso moral contra ex-funcionários do programa.

Nas redes sociais, Ellen DeGeneres compartilhou seu discurso inicial completo.

Continua depois da publicidade

Como você deve ter ouvido, neste verão houve denúncias de um ambiente de trabalho tóxico em nosso show. E então houve uma investigação. Entendi que aconteceu aqui uma coisa que nunca deveria ter acontecido. Eu levo isso muito a sério. E eu quero dizer que sinto muito pelas pessoas que foram afetadas.

Em agosto, um funcionário atual e dez ex-funcionários do programa de Ellen DeGeneres alegaram em um relatório que enfrentaram racismo, medo e intimidação enquanto trabalhavam nos bastidores do show.

Depois disso, a WarnerMedia, dona do conglomerado que produz o programa, contratou um consultor externo para falar com antigos e atuais empregados da produção. Após a investigação, DeGeneres falou com seus 270 funcionários e confirmou que três produtores haviam deixado o show: Ed Glavin, Kevin Leman e Jonathan Norman.

Eu sei que estou em uma posição de privilégio e poder. E eu percebo que com isso vem a responsabilidade. E eu assumo a responsabilidade pelo que acontece no meu show.

Continua depois da publicidade

Citando que foram feitas as "mudanças necessárias", a apresentadora finalizou a fala dizendo que quer que essa seja a melhor temporada que o programa já fez.

Minha esperança é que ainda possamos ser um lugar de felicidade e alegria. Eu ainda quero ser aquela hora por dia que as pessoas podem escapar e rir. E estou empenhado em fazer desta a melhor temporada que já tivemos.