PUBLICIDADE
Topo

'The Walking Dead' acabará na 11ª temporada; spin-off seguirá Daryl e Carol

Daryl (Norman Reedus) e Carol (Melissa McBride) em cena da 10ª temporada de 'The Walking Dead'
Daryl (Norman Reedus) e Carol (Melissa McBride) em cena da 10ª temporada de 'The Walking Dead'
Chuck Zlotnick/AMC

De Splash, em São Paulo

09/09/2020 12h50

O fim de uma era: "The Walking Dead" vai acabar após a 11ª temporada, anunciou hoje a emissora AMC, que exibe a produção e suas derivadas nos EUA. O canal também anunciou que dois novos spin-offs da franquia estão em produção.

A última temporada de "The Walking Dead" será maior que o normal, com 24 episódios, e será exibida em dois anos. Com a adição dos seis capítulos que ainda faltam da 10ª temporada, teremos um total de 30 episódios para nos despedir da série até o final de 2022.

Continua depois da publicidade

Mas calma, que tem mais boa notícia ainda...

O primeiro dos spin-offs de "The Walking Dead" aprovados pela AMC vai continuar a história de dois dos personagens favoritos dos fãs: Daryl (Norman Reedus) e Carol (Melissa McBride). Essa produção deve fazer sua estreia em 2023.

O segundo projeto que vai manter a franquia "The Walking Dead" viva na AMC é uma série antológica, no formato "Black Mirror" de uma história por episódio. Intitulado "Tales of the Walking Dead", este projeto ainda não tem data de estreia.

Continua depois da publicidade

As novas produções se juntam às outras derivadas de "The Walking Dead" que já estão no ar ou estrearão em breve: "Fear the Walking Dead", que vai para sua sexta temporada; "World Beyond", que estreia em outubro; e os filmes protagonizados por Rick Grimes (Andrew Lincoln), que ainda não têm data definida.