PUBLICIDADE
Topo

Morre Ronald Harwood, roteirista vencedor do Oscar por 'O Pianista', aos 85

15.10.2012 - O roteirista Ronald Harwood na première de 'Quarteto', em Londres (Reino Unido)
15.10.2012 - O roteirista Ronald Harwood na première de 'Quarteto', em Londres (Reino Unido)
Dave J Hogan/Getty Images

De Splash, em São Paulo

09/09/2020 08h38

Sir Ronald Harwood, roteirista que venceu o Oscar por "O Pianista" (2002), morreu ontem aos 85 anos. A notícia foi confirmada por sua agente, Judy Dash, à BBC, citando que o sul-africano morreu de causas naturais.

Além da vitória por "O Pianista", Harwood foi indicado outras duas vezes ao Oscar: a primeira por "O Fiel Camareiro" (1983), e a última por "O Escafandro e a Borboleta" (2007).

Continua depois da publicidade
23.03.2003 - Ronald Harwood com o seu Oscar de melhor roteiro adaptado por 'O Pianista' - Jeff Kravitz/FilmMagic, Inc - Jeff Kravitz/FilmMagic, Inc
23.03.2003 - Ronald Harwood com o seu Oscar de melhor roteiro adaptado por 'O Pianista'
Imagem: Jeff Kravitz/FilmMagic, Inc

Apesar do sucesso no cinema, Harwood se considerava um nativo do teatro.

Faço filmes pelo dinheiro. E é um ótimo dinheiro, eles nos pagam mais do que deveriam. Eu não vou reclamar. Mas escrever para o teatro é o que eu mais amo, porque o teatro é sobre linguagem e relacionamentos."
Ronald Harwood ao The Guardian em 2016

O sucesso nos cinemas, de fato, veio com uma adaptação dos palcos: "O Fiel Camareiro" transportava para as telas uma peça da autoria do próprio Harwood, sobre um ator shakesperiano decadente (Paul Rogers) e seu fiel criado (Tom Couternay).

Já em "O Pianista", dirigido por Roman Polanski, Harwood adaptou o livro autobiográfico do músico Wladyslaw Szpilman (no filme, vivido por Adrien Brody), que se vê em meio a ocupação nazista na Polônia durante a 2ª Guerra Mundial.

Continua depois da publicidade

Outros trabalhos de Harwood no cinema incluem "Oliver Twist" (2005, também de Polanski), "O Amor nos Tempos de Cólera" (2007) e "Austrália" (2008). Seu último roteiro produzido foi "O Quarteto" (2012), dirigido por Dustin Hoffman.