PUBLICIDADE
Topo

Roberto Sadovski

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Inofensivo, 'Um Dia Para Sempre' espreme charme de uma fórmula batida

Alicia von Rittberg à frente de "Um Dia Para Sempre" - A2 Filmes/Gordon Timpen
Alicia von Rittberg à frente de 'Um Dia Para Sempre' Imagem: A2 Filmes/Gordon Timpen
só para assinantes
Roberto Sadovski

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Colunista do UOL

10/06/2022 04h00

A fórmula da comédia romântica é, desde o início dos tempos, basicamente a mesma. A diretora e roteirista Maggie Peren não tem a menor intenção de alterar os ingredientes em seu "Um Dia Para Sempre". Ela tenta, porém, caprichar no tempero.

Não consegue. Ainda assim, é fácil render-se ao charme dessa mistura de "O Casamento de Meu Melhor Amigo" com "Feitiço do Tempo", que nem tem tempo de dar uma canseira com pouco mais de uma hora e meia de duração.

Zazie (Alicia von Rittberg) divide um apartamento com dois colegas, quando recebe o convite do casamento de um amigo com quem teve um rolo supersônico há alguns anos. Ela vê a noiva, uma amiga de infância, como uma sádica, e sai determinada a impedir a cerimônia.

Claro que o desastre é completo, envergonhando Zazie para sempre para sua família e amigos. Ela volta para casa, desaba na cama... e no dia seguinte tudo se repete. Como Andy Samberg coloca no (superior) "Palm Springs", é uma daquelas situações de loop temporal.

O que segue é uma historinha de colorir com números. Zazie aos poucos descobre mais detalhes sobre os noivos, os amigos, seus pais e sobre si mesmo à medida que repete o mesmo dia. Sabemos que, para quebrar o ciclo, ela vai precisar dar um jeito em sua própria vida.

"Um Dia Para Sempre" não acerta com precisão as notas do humor, e o drama é muito óbvio para ter qualquer peso. Ainda assim, existe um charme na repetição, Alicia von Rittberg é uma protagonista simpática e, para um dia chuvoso, é um programa que não ofende.