PUBLICIDADE
Topo

7 filmes para entender o inigualável Keanu Reeves

Roberto Sadovski

Roberto Sadovski é jornalista e crítico de cinema. Por mais de uma década, comandou a revista sobre cinema "SET". Colaborou com a revista inglesa "Empire", além das nacionais "Playboy", "GQ", "Monet", "VIP", "BillBoard", "Lola" e "Contigo". Também dirigiu a redação da revista "Sexy" e escreveu o eBook "Cem Filmes Para Ver e Rever... Sempre".

Colunista do UOL

03/09/2020 15h20

Keanu Reeves acabou de completar 56 anos. Com uma carreira que já se estende por algumas décadas, o ator foi de entusiasta do cinema independente a revelação hollywoodiana, passando por astro de ação a ícone pop incontestável. Nesse meio tempo, tornou-se também especialista em reinventar sua carreira, alternando grandes sucessos com uma leva de filmes quase imperceptíveis.

Seu passo mais recente no olimpo cinematográfico é "Bill & Ted: Encare a Música", fechando um círculo iniciado com seu primeiro filme a ganhar status cult, justamente a comédia "Bill & Ted - Uma Aventura Fantástica", lançada num incrivelmente distante 1989. Foi o primeiro de sete grandes momentos na carreira de Keanu, que se destacam em uma filmografia pontuada por trabalhos totalmente fora da curva ("O Pequeno Buda"), produções ousadas ("O Homem Duplo"), blockbusters equivocados ("O Dia Em Que a Terra Parou") e fracassos tão monumentais que podem encerrar carreiras ("47 Ronins").

Eclético, Keanu faz de todos os seus personagens pequenos fragmentos de sua personalidade, reconhecíveis em comédias românticas, em thriller policiais urbanos, em dramas amanteigados. Não importa o filme, não importa o gênero, sua presença cênica quase sempre supera o personagem que interpreta. O que não é ruim, já em que seus melhores momentos somos brindados com Keanu sendo Keanu, mesmo "vestindo" tipos diferentes.

Para celebrar seus 56 anos (há quem diga que ele é um vampiro, já que parece não envelhecer), separei justamente sete momentos marcantes de sua carreira, filmes que o recolocaram sob os holofotes da indústria e que, de alguma forma, marcaram sua trajetória. É sobre esse Keanu Reeves superlativo que eu falo em minha coluna em vídeo no canal do UOL no YouTube.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL