PUBLICIDADE
Topo

Pedro Antunes

Com Dua Lipa, Rock in Rio 2022 acerta no pop, mas falta coragem no rock

Dua Lipa é boa notícia para quem curte pop no Rock in Rio - Montagem: Pedro Antunes
Dua Lipa é boa notícia para quem curte pop no Rock in Rio Imagem: Montagem: Pedro Antunes
Conteúdo exclusivo para assinantes
Pedro Antunes

Pedro Antunes, ou "Pô Antunes" pra quem só me conhece pelo Instagram, é jornalista, apresentador, curador e crítico de música e cultura pop desde 2010. Escreveu no Jornal da Tarde, Estadão e foi editor-chefe da Rolling Stone Brasil. Fez mais entrevistas do se lembra, tem um "novo disco favorito" por semana e faz mini-análises de álbuns no programa Tem um Gato na Minha Vitrola, no perfil @poantunes.

Colunista do UOL

15/09/2021 07h52

Com o anúncio de Dua Lipa, somado ao já noticiado show de Post Malone, o Rock in Rio 2022 parece acordar para a música pop produzida hoje e não nos anos 80. Isso é uma boa notícia, sim.

Desde que o festival voltou a ser realizado a cada dois anos no Brasil, desde 2011 (com um intervalo de 2021, por motivos óbvios), a curadoria do festival, principalmente do palco principal, conhecido como Palco Mundo, tem sido problemática.

Se a escalação inova ao trazer artistas novos demais, esvazia a Cidade do Rock. Se chama os medalhões de sempre, garante casa cheia, mas recebe crítica de quem está minimamente mais atualizado com o som produzido hoje na música pop.

Atração do último dia de festival, 11 de setembro de 2022, Dua Lipa está em um meio-termo interessante.

Com "Levitanting", música do álbum "Future Nostalgia", laçado no ano passado, ocupa um lugar na parada da Billboard Hot 100 (o ranking com as maiores novidades do mundo pop) há 33 semanas, foi a artista britânica mais ouvida em 2020 e recentemente colaborou com Elton John em "Cold Heart".

Sobretudo porque "Future Nostalgia" foi um dos acontecimentos de 2020 no gênero. Não por acaso, ganhou o Grammy de melhor álbum vocal pop do ano.

O disco propõe um interessante diálogo entre as batidas vintage dançantes dos anos 80 e o pop contemporâneo que precisa mais de ganchos do que de refrãos e dancinhas boas para reproduzir no TikTok.

Já Post Malone é o fruto desse encontro entre o rap e a música eletrônica formatada para estourar nas rádios. Ele não é uma unanimidade, é claro, mas muito disso se deve ao fato do som dele, esteticamente falando, ficar em cima do muro demais.

Ainda assim, o norte-americano fez um show apoteótico no Lollapalooza 2019, com a presença do funkeiro Kevin O Chris no palco, justamente quando a música "Ela é do Tipo" estava bombando.

Novidade, mas nem tanto

Olhando as paradas atualmente, poucos são os nomes no pop trazem sustância de um show que vai além de um ou dois hits, familiaridade com o público brasileiro e um ar de novidade quanto Dua Lipa.

Diferentemente de Demi Lovato e Justin Bieber, também anunciados para o Rock in Rio 2022 (abaixo coloco a lista de todos os confirmados até agora), Dua esteve no Brasil somente uma vez, em 2017, e ainda era uma artista em crescimento.

Demi e Bieber, juntos, tem 34 shows realizados no Brasil, segundo os dados do site Setlist.fm (24 de Demi, 10 de Bieber). Embora ambos estejam em novas fases da carreira, não dá para chamá-los de novidade, não é?

É isso que Dua Lipa traz para o Rock in Rio.

Resta à edição de 2022 resolver a porção roqueira da escalação.

Afinal, desde que o Rock in Rio é Rock in Rio, o sujeito que curte guitarra reclama do festival.

"Ué, se é Rock in Rio, cadê o rock?"

Historicamente, o RIR é uma grande ode à música popular radiofônica e, portanto, o rock entra ali como um dos muitos gêneros, mas não é o protagonista apesar do nome do festival.

Desta vez, o conhecido Dia do Metal está marcado para a primeira noite (o que pode parecer uma tentativa de se livrar logo das guitarras, será?).

Em 2 de setembro, o Palco Mundo receberá Sepultura com Orquestra Sinfônica Brasileira, Megadeth, Dream Theater e Iron Maiden.

Iron Maiden - que esteve nas edições de 1985, 2001, 2013 e 2019 - chegará com um novo álbum na bagagem, o ótimo "Senjutsu", lançado no início de setembro, mas isso seria suficiente para trazer alguma sensação de novidade para quem curte uma paulada sonora?

O festival tem coragem de colocar, no Palco Mundo, artistas que apontam para o futuro do gênero, ou teremos a confirmação de Guns N' Roses e outras bandas de sempre?

Festival de talks

Em tempo, o Rock in Rio promove desde ontem um inédito e muito proveitoso festival de talks e bate-papos e workshops chamado Humanorama. A ideia do evento, todo online, é criar um olhar para a própria humanidade.

Gratuito, o Humanorama será realizado até o dia 17 de setembro. Ontem, Gilberto Gil e Fátima Bernardes foram algumas das estrelas a participarem do evento.

A programação ainda conta com Gabriel, o Pensador, Monja Coen, Fábio Porchat, Daiane dos Santos. Horários, programações e como assistir estão disponíveis no site oficial.

Abaixo, veja datas e quem foi confirmado no Rock in Rio 2022.

2 de setembro: Sepultura + Orquestra Sinfônica Brasileira, Megadeth, Dream Theater, Iron Maiden (Palco Mundo)

3 de setembro: Alok, Jason Derulo, Marshmello, Post Malone (Palco Mundo)

4 de setembro: IZA, Demi Lovato e Justin Bieber (Palco Mundo)

8 de setembro: Duda Beat, Gloria Groove, Corinne Bailey Rae e Joss Stone (Palco Sunset)

11 de setembro: Ivete Sangalo e Dua Lipa (Palco Mundo)

Você pode reclamar comigo aqui, no Instagram (@poantunes) ou no Twitter (também @poantunes).