PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

BBB 21: Aos 80 anos, Roberto Carlos merecia um jogo da discórdia melhor

BBB 21: Pocah desabafa no jogo da discórdia e diz que é perseguida na casa - Reprodução/Globoplay
BBB 21: Pocah desabafa no jogo da discórdia e diz que é perseguida na casa Imagem: Reprodução/Globoplay
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

20/04/2021 00h13Atualizada em 20/04/2021 01h09

O mais longo "Big Brother Brasil" da história se aproxima do final tentando levantar o ânimo do espectador. Tiago Leifert anunciou na noite desta segunda-feira (19) que o programa terá três eliminações até domingo (25). Ótimo. Mas o que mais?

O "jogo da discórdia" desta segunda foi daquelas ideias que, apresentadas numa reunião, parecem espetaculares, mas na prática são um desastre. Uma pena.

Roberto Carlos, aniversariante do dia, comemorando 80 anos, é fã do reality show. Então, vamos pegar trechos de músicas dele e ver se os participantes se identificam. Ideia espetacular. Mas lógico que não funcionou.

Com exceção de um momento em que Leifert pressionou Camilla a se declarar a única participante que foge das discussões sobre o "game", foi uma atividade sem graça alguma.

Às vésperas de um paredão importante, entre Caio e Fiuk (Gil é coadjuvante), o espectador merecia mais. Foi muito fácil para os participantes, que ainda ganharam, no final, rosas, bolo e espumante para comemorar o aniversário do Rei.

Para piorar, ao final do programa, a produção ofereceu aos participantes o VT de um antigo especial de Roberto Carlos na Globo. O fã que correu ao Globoplay para ver eventuais brigas ou discussões só viu o Rei na televisão. Foi como se tivessem desligado os "brothers" da tomada.

PS: Após a publicação deste texto, o som dos participantes voltou.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL