PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

No Brasil, Netflix aposta no público infanto-juvenil

Cena de Carnaval, filme brasileiro da Netflix que estreia em 2021 - Desirée do Valle /Netflix
Cena de Carnaval, filme brasileiro da Netflix que estreia em 2021 Imagem: Desirée do Valle /Netflix
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

18/04/2021 07h01

A Netflix apresentou esta semana os novos títulos brasileiros que pretende lançar ainda este ano ou em 2022. Chama a atenção na nova safra a aposta em variados conteúdos para o público infanto-juvenil.

Um novo filme protagonizado por Leandro Hassum, "Vizinhos", é o carro-chefe do cardápio do serviço de streaming. A missão é repetir o sucesso alcançado por "Tudo Bem no Natal que Vem" (2020).

Outra atração é "Lulli", com Larissa Manoela e Sérgio Malheiros, baseado em roteiro de Thalita Rebouças. Da mesma autora, há ainda "Confissões de uma Garota Excluída", com Klara Castanho.

Um quarto filme, também para este universo jovem, é "Carnaval", cuja protagonista é uma influenciadora digital, Nina, que vai superar uma desilusão amorosa numa viagem com as três melhores amigas. O quarteto é vivido por Giovana Cordeiro, Gkay, Bruna Inocencio, Samya Pascotto e Flavia Pavanelli.

Para um público mais adulto destina-se o reality "Ideias à Venda", que será apresentado por Eliana. Lembra um pouco "Shark Tank": quatro empresários poderão desenvolver e mostrar seus produtos a um júri técnico e a outros 100 consumidores.

Também parece destinado a um universo menos infanto-juvenil o filme "Carga Máxima", primeiro longa de ação original brasileiro na Netflix. A empresa não divulgou quem está envolvido nesta produção, prevista para lançamento ainda em 2021.

A Netflix ambiciona, em 2021, ampliar o número de lançamentos de produções brasileiras do serviço em relação ao ano passado. Não foi informado o montante que a empresa planeja investir em produções locais; em 2020, a Netflix havia previsto um investimento de R$ 350 milhões.

A empresa prevê ainda a segunda temporada da série "Sintonia" e o reality "Casamento às Cegas", entre outras atrações cujos detalhes também não foram informados.

Stycer recomenda
Sucesso de "Império" tem nome, sobrenome e alcunha: o comendador

Ticiana vai comandar "Duelo das Mães" de famosos na Band

Faustão revela que pediu a Roberto Marinho para cancelar veto a Timóteo

No ano da pandemia, TV paga perde mais 24% do público em 1 ano

Melhor da semana
Ouvir Galvão narrar um jogo é a esperança de que as coisas voltem ao normal

Pior da semana
Excesso de reprises de novelas cria a Rede Rafael Cardoso de Televisão

Podcast
BBB 21: Agitado no começo, o programa agora já cansou?

Uma versão deste texto foi publicada originalmente na newsletter UOL Vê TV, que é enviada às quintas-feiras por e-mail. Para receber, gratuitamente, é só se cadastrar aqui.

Siga a coluna no Facebook e no Twitter.