PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Faustão não merecia no último ano ter que entrevistar participantes do BBB

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

05/04/2021 15h43

Este ano de 2021, como se sabe, é o último de Fausto Silva no comando do seu Domingão. Após mais de três décadas, ele vai deixar a Globo. De presente - ou será de castigo? - ele ganhou a missão de entrevistar os participantes eliminados do BBB 21.

O anúncio do fim do contrato, feito com bastante antecedência, transformou o programa numa espécie de turnê de despedida, com direito a muitas homenagens. Está sendo legal ver os artistas e convidados falarem, ao longo de cada episódio, da importância de Faustão.

Mas tem algo que ele não esconde: entrevistar ex-BBB é um saco! Faustão tinha parado com isso em 2014, depois daquela famosa participação da Tatiele Polyana ("Se nada der certo na vida eu posso virar bailarina"),

Mas o sucesso do "BBB 21" e a necessidade de dar apoio a alguns famosos "cancelados" pelo público levaram Faustão a encarar esta missão novamente. Começou com conversas com Karol Conká, Projota e Carla Diaz, todas bem mornas, tentando levantar o moral dos artistas.

Até que neste domingo Faustão entrevistou Sarah. Com pouquíssima paciência deu um corte antológico na consultora de marketing. Ela disse que estava muito feliz, recebendo muito amor das pessoas, até que o apresentador a cortou e lembrou: "Esse amor vem da onde, que meteram 76% dos votos?"

Outro momento engraçado que mostrou o desinteresse do apresentador foi ao falar de Juliette, a participante mais popular da atual edição. "E o problema dela lá com a Paulette, Jorgette, como que é? Juliette! Eu tô bem".

E ainda temos mais quatro domingos pela frente antes do final do BBB. Enfim, Faustão não merecia esse "presente" da Globo na sua turnê de despedida.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL