PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Após BBB, Globoplay bate recorde com 2,5 milhões de acessos simultâneos

BBB 21: Jogo da discórdia realizado nesta segunda-feira (29), véspera de paredão - Reprodução/Globoplay
BBB 21: Jogo da discórdia realizado nesta segunda-feira (29), véspera de paredão Imagem: Reprodução/Globoplay
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

30/03/2021 01h06

A plataforma de streaming da Globo bateu um recorde de acessos simultâneos no final da noite de segunda-feira (29). O pico ocorreu às 23h54, com 2.588.833 acessos ao mesmo tempo.

A grande maioria dos acessos ocorreu em função do "BBB 21". Após o encerramento do jogo da discórdia na TV aberta, como tem ocorrido sempre, às segundas-feiras, houve uma enorme migração para o Globoplay - em dois minutos, entraram um milhão de assinantes.

Boninho escalou Gilberto para ser o último a falar no jogo, e ele não decepcionou. O economista provocou Rodolffo e Juliette com falas fortes, gerando expectativa sobre como eles reagiriam depois do jogo.

Para atenuar a queda no sistema nestes momentos de grande fluxo, um problema que o serviço chama de efeito "rajada", foi colocada em prática uma espécie de "gambiarra". O tempo de exibição do programa na TV aberta em São Paulo tem se prolongado por um a dois minutos, retardando a entrada dos espectadores da cidade no Globoplay.

Esse prolongamento, na comparação com a rede (o resto do país), tem ocorrido quatro dias por semana. O público de São Paulo ganha alguns minutos vendo a casa ao vivo na TV aberta e o público da rede, que corre antes para o Globoplay, enfrenta menos problemas para entrar na plataforma.

Em julho de 2020, o YouTube disse que o primeiro jogo da final da Taça Rio, um Fla-Flu, bateu o recorde global da plataforma, com 3,597 milhões de acessos simultâneos, feitos de forma gratuita. Esta noite, no "BBB 21", dos 2,588 milhões de acessos no Globoplay, 90% eram assinantes do serviço.