PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Globo nega que intervalo comercial serviu para informar Karol da rejeição

Karol Conká conversa com Tiago Leifert após eliminação no BBB 21 - Reprodução/Globo
Karol Conká conversa com Tiago Leifert após eliminação no BBB 21 Imagem: Reprodução/Globo
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

24/02/2021 11h20

Num episódio do "BBB 21" que despertou enorme interesse, e bateu recorde de audiência, até os intervalos comerciais chamaram a atenção do público. Em especial, o "break" exibido entre o anúncio da eliminação de Karol Conká, com recorde de rejeição (99,17% dos votos), e o momento em que foi recebida pelo apresentador Tiago Leifert.

Num programa que teve 59 minutos de duração, a Globo exibiu três intervalos comerciais - um número que revela o sucesso da atração. Mas fez algo muito incomum ao encaixar o terceiro "break" antes da chegada de Conká ao palco, onde Leifert interage com os eliminados ao vivo.

Ao longo da madrugada, o intervalo comercial foi tema de muita especulação. Mesmo entre gente que trabalha no mercado publicitário, a coluna apurou, foi levantada a hipótese de que o "break" teria servido para "brifar" a cantora. Ou seja, informá-la, ainda que brevemente, sobre o que aconteceu no programa e prepará-la para a interação com Leifert.

Ainda no final da noite, questionei a Globo a respeito. A emissora nega que o intervalo tenha servido para ajudar Karol Conká. Os três intervalos foram exibidos conforme o previsto. Mas não explicou por que este terceiro break foi colocado numa posição tão incomum.