PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Boninho e Leifert apresentam explicações diferentes para saída de Lucas

BBB 21: Casa em noite de formação do segundo paredão - Reprodução/Globoplay
BBB 21: Casa em noite de formação do segundo paredão Imagem: Reprodução/Globoplay
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

08/02/2021 01h38

A saída de Lucas foi, claro, o assunto principal do episódio deste domingo (07) no "BBB 21". Em um sermão aos participantes, o apresentador Tiago Leifert disse que "faltou estender a mão", "faltou um carinho", sugerindo que o ator precisou da ajuda de alguns adversários - e não recebeu.

É uma explicação bem diferente da oferecida pelo diretor Boninho, que associou a saída de Lucas a problemas com bebida alcoólica. Em conversa com Projota, cujo áudio vazou, ele disse: "A gente não sabia que ele não podia beber. A gente só descobriu depois que ele estava aí dentro. A gente não deveria nem ter deixado ele entrar".

Entre a explicação de Leifert e a de Boninho, fica uma dúvida: a direção não poderia ter estendido a mão a Lucas? Por que deixou o ator sair?

Leifert observou que faltou "fair play" dos rivais de Lucas. E explicou: "É aquele momento em que o seu adversário se machuca e você chuta a bola para fora para que ele seja atendido. É ajudar o seu adversário a levantar".

Ora, por este raciocínio, também é possível dizer que faltou "fair play" à direção. Se desconfiaram já na primeira festa que Lucas tinha um problema com bebida, por que não fizeram algo? Por exemplo: não poderiam pedir à psicóloga que orientasse o rapaz a não beber de jeito nenhum?

Uma última observação. Dirigindo-se aos participantes, Leifert disse que "todo mundo viu tudo que aconteceu, exibimos tudo para o público". Não é verdade.

Mr. Edição não mostrou vários momentos importantes. Não mostrou a situação criada por Pocah, que levou Projota a acreditar, ao fim de um telefone sem fio, que Lucas ameaçou a sua família. Não mostrou os comentários preconceituosos de Rodolffo e Caio sobre o beijo de Lucas e Gilberto. Não mostrou a alegria de vários participantes com a desistência do ator. Não mostrou Projota pedindo para sair e contando que escondeu uma faca.

E, até agora, não mostrou o que Lucas fez de tão grave na primeira festa do "BBB 21" levando tantos participantes a odiá-lo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL