PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Em 60 anos, Silvio nunca ficou tanto tempo sem gravar na TV quanto em 2020

Silvio Santos no comando de seu programa em 2009 - Roberto Nemanis/SBT
Silvio Santos no comando de seu programa em 2009 Imagem: Roberto Nemanis/SBT
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

02/12/2020 13h56

Presença regular na televisão há 60 anos, desde a estreia de "Vamos Brincar de Forca", em 1960, Silvio Santos nunca ficou tanto tempo sem gravar material inédito quanto este ano. Desde o início de 2020, o SBT tem exibido reprises do "Programa Silvio Santos". No próximo dia 12 o apresentador completa 90 anos.

A pandemia de coronavírus, decretada em 11 de março pela Organização Mundial de Saúde (OMS), obrigou o dono do SBT a entrar em quarentena justamente quando se preparava para retornar das férias e voltar a gravar programas inéditos.

Silvio segue desde então em casa, confinado. Acompanha tudo que ocorre no SBT, dá instruções, mas não grava nada. Só deve voltar a gravar em 2021, após a vacinação contra a covid-19.

A falta de programas inéditos em 2020 foi agravada por um problema ocorrido no final de 2019. A gravação antecipada de material foi interrompida por causa de uma gripe forte, que deixou Silvio de molho em dezembro.

Neste ano, a única imagem em vídeo de Silvio foi divulgada por Luciano Hang em outubro. O dono do SBT mandou uma mensagem congratulando o empresário pelo seu aniversário e a inauguração de uma nova loja. Hang é patrocinador de vários programas da emissora.

Um raro período de interrupção do "Programa Silvio Santos" ocorreu em 1988. Exibido parcialmente ao vivo, então, a atração deixou de ir ao ar quando o apresentador fez uma cirurgia nos Estados Unidos para corrigir um problema nas cordas vocais.

A história oficial de Silvio registra que ele começou a fazer participações na televisão em 1955, na TV Paulista. Mas considero como marco inicial o ano de 1960 pois é quando ele produz seu primeiro programa autoral, "Vamos Brincar de Forca", realizado pela sua empresa.

Nesta terça-feira (01), participei de uma live sobre os 90 anos de Silvio Santos, promovida pela editora Todavia, na companhia da jornalista Cristina Padiglione, colunista do "Agora" e especializada na cobertura de televisão. A conversa pode ser vista abaixo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL