PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Desista de esperar diversão nesta reta final de "A Fazenda 12"

A Fazenda 2020: Jojo chora por desistir da prova de fogo - Reprodução/Playplus
A Fazenda 2020: Jojo chora por desistir da prova de fogo Imagem: Reprodução/Playplus
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

01/12/2020 10h16

Faltando pouco mais de duas semanas para o término de "A Fazenda 12", a Record age como aquele time que está vencendo a partida por 3 a 0 e, aos 40 minutos do segundo tempo, apenas aguarda o árbitro soar o apito final. Tocando a bola para o lado, fazendo tempo passar, feliz com a vitória e sem desejo algum de complicar o jogo.

Desista de esperar diversão ou muita emoção nesta reta final. A direção do programa deixou isso claro nesta segunda-feira (30). Exibindo situações gravadas no domingo (29), apresentou um episódio gelado e sem graça. Dois momentos negativos se sobressaíram:

1. A prova do fogo: Uma daquelas gincanas atléticas, que privilegia pessoas fortes e ágeis, a disputa foi vencida com incrível facilidade por Mariano. Stéfani tomou uma goleada. E Jojo, com medo de altura, nem participou.

No mesmo episódio em que Marcos Mion falou de inclusão, estimulando doações para uma entidade beneficente, "A Fazenda" apresentou uma prova que promoveu a exclusão.

2. Jogo da discórdia: Mais uma vez os peões transformam uma tentativa de criar animosidades em piada. Para quem assiste, não há a menor graça. A direção do programa sabe qual é a única maneira de tornar uma atividade dessas eficiente: com a presença do apresentador, cobrando respostas verdadeiras.

Enfim, é esta reta final que temos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL