PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Record acerta levando as tretas da Fazenda para o Faro, mas pode melhorar

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

26/10/2020 15h11

Agora, todo domingo, o eliminado da semana na "Fazenda" é sabatinado na "Hora do Faro". Uma ideia boa, que podia ser mais bem realizada.

Dizem que a necessidade é mãe da invenção. A Record tinha um problema. O programa de Rodrigo Faro estava indo mal das pernas no Ibope, ficando seguidamente em terceiro lugar, atrás da Globo e da Eliana no SBT. Daí surgiu a ideia, não exatamente original, de levar o eliminado da "Fazenda" para o palco do dominical.

Nas primeiras semanas, com participantes sem nada de interessante para dizer, foi tedioso. Mas a partir da quarta semana, com a eliminação de Cartolouco, a coisa começou a melhorar. Neste domingo, com Luiza Ambiel, o quadro mostrou a que veio. Rendeu bastante.

Mas há alguns problemas de fácil solução.

O quadro não precisava ser tão longo. Duas horas no ar é excessivo.

Tenho a impressão de que Faro não é um grande fã da "Fazenda". Às vezes não parece estar totalmente a par do que está sendo discutido no quadro.

Nem todos os convidados para fazer as entrevistas com o eliminado da Fazenda dão a impressão que assistem "A Fazenda". Aliás, não há necessidade de tantos convidados. Dois ou três já seriam suficientes.

E na interação com os participantes ainda confinados, há sempre o risco de passar informações a eles. Neste domingo, por exemplo, eles não puderam ver Luiza Ambiel porque a produção desconfiou que ela teria combinado passar informações para MC Mirella.

O programa do Faro não está inventando a roda, claro. Faustão, por muitos anos, levou o eliminado da semana do BBB ao seu programa. A farra acabou quando Tatiele Polyana, do BBB14, disse que se nada mais desse certo na sua vida podia ser bailarina do Faustão. Ana Maria Braga herdou, então, esta honra de receber os eliminados do BBB.

Em todo caso, fica o registro que o quadro no programa do Faro é um acerto.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL