PUBLICIDADE
Topo

Globo volta a ter uma novela no Emmy; Record participa com Canta Comigo

"Canta Comigo", apresentado por Gugu Liberato, uma coprodução da Record com a Endemol Shine, foi indicado ao Emmy Internacional - Edu Moraes / Record TV
"Canta Comigo", apresentado por Gugu Liberato, uma coprodução da Record com a Endemol Shine, foi indicado ao Emmy Internacional Imagem: Edu Moraes / Record TV
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

24/09/2020 10h46

Produções brasileiras de quatro diferentes empresas obtiveram sete indicações ao Emmy Internacional em 2020. É um bom resultado, mas inferior ao registrado em 2019, quando cinco diferentes canais conseguiram nove indicações nas 11 categorias do prêmio.

Uma novidade importante é a presença de um programa da Record, "Canta Comigo", apresentado por Gugu Liberato (1959-2019), entre os indicados a melhor reality show. Trata-se de uma coprodução com a Endemol Shine. Por anos, a Record se recusou a participar da premiação por entender que o Emmy privilegiava a Globo, uma das patrocinadoras.

Outra novidade é a volta de uma novela da Globo entre os indicados nesta categoria. Nos últimos dois anos, a emissora carioca não conseguiu emplacar nenhuma entre os cinco indicados. Coube a "Órfãos da Terra", de Thelma Guedes e Duda Rachid, a honra.

Também merece destaque a indicação alcançada pelo ator Raphael Logam, por seu trabalho em "Impuros", série da Fox, também disponível no Globoplay. É o segundo ano em que Logam é indicado por esta série. Andrea Beltrão foi indicada por sua atuação em "Hebe", da Globo.

O especial dedicado a Gilberto Gil, "Refavela 40", da Conspiração, exibido pela HBO, está entre os indicados em programação artística. "Ninguém Tá Olhando", da Gullane, exibido para a Netflix, foi indicado ao prêmio de comédia. E, por fim, "Elis - Viver é Melhor que Sonhar", exibido pela Globo, está na categoria filme ou minissérie.

Os vencedores do Emmy Internacional serão conhecidos em 23 de novembro, em Nova York.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL