PUBLICIDADE
Topo

Mais solto e sem paciência, Bonner desenvolve a arte de opinar com caretas

A cara de William Bonner após o JN mostrar um executivo do Ministério da Saúde destratando um garçom - Reprodução
A cara de William Bonner após o JN mostrar um executivo do Ministério da Saúde destratando um garçom Imagem: Reprodução
Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

10/07/2020 22h01

Num modelo de telejornal em que o apresentador não opina, as expressões recentes de surpresa, enfado, irritação ou deboche de William Bonner se tornaram uma atração do "Jornal Nacional".

O noticiário espantoso dos últimos tempos tem deixado Bonner especialmente suscetível, e ele perdeu o pudor de falar o que pensa com as suas caretas.

Nesta sexta-feira (10), a notícia que mexeu com o humor do apresentador foi lida por Renata Vasconcellos. Ela contou: "O secretário executivo do Ministério da Saúde, coronel Antonio Elcio Franco Filho, recebeu críticas por ter sido grosseiro com um garçom durante uma reunião no ministério".

Enquanto exibia a cena, a apresentadora prosseguiu: "O número 2 da pasta estava falando quando esticou o braço e fez sinal de 'não' com a cabeça. A mulher, ao lado, também fez sinal de 'não'. Logo em seguida, o garçom apareceu e falou com a mulher, que repetiu o 'não'. E o secretário executivo... 'Sai daí, eu falei 'não'! O que você não entendeu?'"

Encerrado o vídeo, a câmera voltou para Bonner. O apresentador fez a careta que se vê na imagem acima, respirou fundo e só então, depois de cinco segundos, começou a ler uma nova notícia.

Sem falar, disse tudo.

GloboNews também fala do garçom

O caso do garçom destratado por um executivo do Ministério da Saúde também foi tema do telejornal "Em Pauta", da GloboNews. O apresentador Marcelo Cosme e as comentaristas Mônica Waldvogel e Flavia Oliveira falaram do assunto.

Cosme disse: "Vamos focar no garçom, então vamos mandar um abraço para todos os garçonetes que trabalham honestamente, que são educados, que estão no perrengue porque tem restaurante fechado na pandemia. Meu amigo garçom, minha amiga garçonete, bom final de semana para vocês. Aqui no 'Em Pauta' nós respeitamos vocês".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL