PUBLICIDADE
Topo

Mauricio Stycer

Vale a pena ver de novo, e em dose dupla, Vivianne Pasmanter

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é jornalista desde 1985. Repórter e crítico do UOL, colunista da Folha de S.Paulo, passou por Jornal do Brasil, Estadão, Folha, Lance!, Época, CartaCapital, Glamurama Editora e iG. É autor de "Topa Tudo por Dinheiro - As muitas faces do empresário Silvio Santos" (editora Todavia, 2018).

Colunista do UOL

06/04/2020 10h45

A partir desta segunda-feira (06) todas as cinco novelas exibidas pela Globo são reprises. Avenida Brasil, Malhação - Viva a Diferença, Novo Mundo, Totalmente Demais e Fina Estampa.

Esta situação inédita na história da emissora está provocando um efeito engraçado. Um mesmo ator aparecendo em várias novelas. A Globo sempre teve o cuidado de evitar este tipo de repetição, dando um descanso para os atores entre uma novela e outra.

Como as reprises são produções de anos diferentes, há muitas repetições de atores acontecendo.

Um caso notável é o do português Paulo Rocha. Ele está nos três horários principais. Ele faz uma espécie de vilão em Novo Mundo, o general Avilez, que tenta fazer D. Pedro voltar a Portugal e não permitir que o Brasil se torne independente. Faz outro vilão em Totalmente Demais, este cruel, o Dino, padrasto da Eliza, a mocinha vivida pela Marina Ruy Barbosa. E faz ainda o Guaracy, um tipo simpático, apaixonado por Griselda.

Outras figurinhas repetidas estão chamando a atenção. Caio Castro é D. Pedro em Novo Mundo e Antenor, filho de Grisela, em Fina Estampa. Rodrigo Simas também está nestas mesmas duas novelas. Adriana Birolli está em Totalmente Demais e Fina Estampa. Dalton Vigh está em Fina Estampa e, no SBT, em Poliana.

Ver alguns atores em mais de uma novela pode ser revelador - você repara que ele ou ela interpreta personagens diferentes do mesmo jeito. Vou poupá-los de exemplos.

Mas, às vezes, pode ser um grande prazer ver um mesmo ator em duas novelas. O caso que me dá mais satisfação é o de Vivanne Pasmanter. Ela faz Lili, a mulher ciumenta de Germano (Humberto Martins), atormentada pela morte precoce da filha. E ela é a sensacional Germana, em Novo Mundo. Ela faz uma dupla com Guilerme Piva, o Licurgo. Dois taberneiros oportunistas e de caráter mais que duvidoso, engraçadíssimos. Tão bons que foram escalados para voltar em Nos Tempos do Imperador.

Vivianne Pasmanter é uma superatriz, mas não tem atuado muito. Novo Mundo, de 2017, foi a sua última novela. Então, é um prazer revê-la em dose dupla.

Outra atriz que eu admiro muito também está em duas novelas. É Julia Lemmertz. Ela está em Fina Estampa e em Novo Mundo. Mas em nenhuma das duas, infelizmente, ganhou papeis importantes. Ainda assim, vale a pena ver de novo Julia Lemmertz.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL