PUBLICIDADE
Topo

Marcelle Carvalho

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Lima Duarte: um pilar desses 70 anos de telenovela brasileira

Lima Duarte durante gravação do especial: momentos marcantes da carreira - João Cotta/TV Globo/Divulgação
Lima Duarte durante gravação do especial: momentos marcantes da carreira Imagem: João Cotta/TV Globo/Divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Marcelle Carvalho

Marcelle Carvalho é jornalista que cobre, há duas décadas, o universo da televisão. Suas maiores paixões são novelas e séries, que serão abordadas aqui a partir da visão de quem vê e de quem faz.

Colunista do UOL

07/12/2021 04h00

Desde que eu me entendo por noveleira, Lima Duarte, de 91 anos, já era presença constante nos folhetins. O nome do ator, inclusive, deveria ser sinônimo para novelas. Afinal, ele esteve na primeira telenovela brasileira, que foi ar ao na TV Tupi, em 1951: "Sua Vida me Pertence", de Walter Foster. Portanto, nada mais natural que ele esteja abra o especial "70 Anos Esta Noite", que a Globo leva ao ar no dia 21, data em que completam sete décadas do gênero nacional.

Em 70 anos de novelas eu fiz quase todas (risos). Só aqui na TV Globo, que estou há 50 anos, acredito que atuei em 60 durante todos esses anos. Adorei fazê-las todas. Por que a telenovela penetra no coração do povo. A telenovela fala com 'as gentes'. É nessa cidadela que eu quero estar sempre, no coração do povo. 'Tô certo ou tô errado?', brinca Lima, com o bordão de Sinhozinho Malta, seu inesquecível personagem de "Roque Santeiro".

ator - Estevam Avellar/TV Globo/Divulgação - Estevam Avellar/TV Globo/Divulgação
Lima Duarte tem personagens inesquecíveis, como Sinhozinho Malta e Zeca Diabo
Imagem: Estevam Avellar/TV Globo/Divulgação

Na verdade, Lima não se limitou a apenas ser ator. Desde chegada da TV no Brasil, ele também trabalhou como diretor, sonoplasta, contrarregra, dublador, entre tantas outras funções nos bastidores. Na imagem exclusiva, o ator revisita os melhores momentos da carreira no especial.

Foram tantos personagens inesquecíveis que é difícil listar todos. Mas creio que os que estão mais presentes na memória do povo são Sassá Mutema, de 'O Salvador da Pátria'; Zeca Diabo de 'O Bem Amado'; Salviano Lisboa, de 'Pecado Capital'. Fiz também diversos italianos como Dom Lazaro Venturini, de 'Meu Bem Meu Mal'; Afonso Lambertini, em 'Da Cor do Pecado'... Amei todos eles. Sou muito grato por tudo isso. Afinal de contas, envelhecemos juntos: você no sofá e eu na televisão", constata, bem-humorado.

Além dos personagens marcantes do ator, "70 Anos Esta Noite" vai relembrar os momentos inesquecíveis, as vilanias e os finais felizes que fizeram a história da televisão brasileira. E sem esquecer, claro, os heróis, as heroínas, os vilões e vilãs, os casais românticos e a história da força das mães. O veterano terá a companhia de um elenco estelar que também ajudou a construir a trajetória das novelas, transformando-a em paixão nacional.

"70 Anos Esta Noite" tem direção de Henrique Sauer e roteiro de Bia Braune e Celso Taddei, com supervisão de George Moura. Quem perder a atração no dia 21, pode vê-la no dia seguinte (22), no canal Viva, às 19h30.