PUBLICIDADE
Topo

Marcelle Carvalho

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

'Aruanas': segunda temporada da série chega ao Globoplay dia 25 de novembro

Natalie (Débora Falabella), Luiza (Leandra Leal), Verônica (Taís Araujo) e Clara (Thainá Duarte): as ambientalista de "Aruanas"  - Maurício Fidalgo/Divulgação/TV Globo
Natalie (Débora Falabella), Luiza (Leandra Leal), Verônica (Taís Araujo) e Clara (Thainá Duarte): as ambientalista de 'Aruanas' Imagem: Maurício Fidalgo/Divulgação/TV Globo
Conteúdo exclusivo para assinantes
Marcelle Carvalho

Marcelle Carvalho é jornalista que cobre, há duas décadas, o universo da televisão. Suas maiores paixões são novelas e séries, que serão abordadas aqui a partir da visão de quem vê e de quem faz.

Colunista do UOL

02/11/2021 04h00

Essa é para quem já estava ansioso para a estreia da segunda temporada de "Aruanas". A série chega no Globoplay dia 25 de novembro, trazendo de volta o poderoso quarteto de ambientalistas estampado nesta imagem inédita: Natalie (Débora Falabella), Luisa (Leandra Leal), Verônica (Taís Araujo), as criadoras da ONG que dá nome à série, e Clara (Thainá Duarte), a estagiária da organização.

Na primeira temporada, a história abordava a poluição no solo e no rio, com as quatro investigando uma quadrilha de crimes ambientais e atentados contra povos indígenas de Cari, no interior da Amazônia. Agora, elas vão se ver às voltas no combate à poluição do ar, além de estarem envolvidas em uma CPI que tem as ONGs como foco. A vilã, claro, continua sendo Camila Pitanga. É ela quem articula para que a CPI seja instalada e Aruanas passe a ser a maior investigada.

Novos rostos também chegam com a temporada: Lázaro Ramos, Daniel de Oliveira, Bella Piero, Leonardo Medeiros, o português Joaquim de Almeida e Cacá Amaral. Escrita por Estela Renner e Marcos Nisti, a série terá 10 capítulos, e tem direção artística de André Felipe Binder.