PUBLICIDADE
Topo

Marcelle Carvalho

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

O 'Caldeirão' já era de Mion mesmo antes de ser mantido à frente da atração

Marcos Mion (João Cotta/Divulgação/Globo) - Reprodução / Internet
Marcos Mion (João Cotta/Divulgação/Globo) Imagem: Reprodução / Internet
Conteúdo exclusivo para assinantes
Marcelle Carvalho

Marcelle Carvalho é jornalista que cobre, há duas décadas, o universo da televisão. Suas maiores paixões são novelas e séries, que serão abordadas aqui a partir da visão de quem vê e de quem faz.

Colunista do UOL

23/10/2021 04h00

Há pouco mais de um mês, quando escrevi sobre a estreia de Marcos Mion no "Caldeirão", disse que, naquele momento, ele tinha acabado de se tornar o dono absoluto do sábado. E não estava sozinha na minha percepção. Uma enxurrada de elogios e pedidos para que o apresentador seguisse no comando do programa inundou a internet. É que ele estava cotado para ficar só até o fim do ano. Não é que antes mesmo de completar oito sábados no ar, Mionzera é confirmado no posto de comandante da atração no ano que vem?

Manter Mion onde ele está foi uma decisão bastante acertada da TV Globo. Pra quê mexer em time que está ganhando, não é mesmo? Desde que assumiu o programa, a audiência tem respondido positivamente, assim como os anunciantes e, claro, o público. O apresentador conseguiu dar sua cara à atração, mesmo tendo sido pensado, em um primeiro momento, para ficar no "Caldeirão" até dezembro. Ele trouxe mais energia, resgatou o lado leve e divertido de um programa exibido no sábado à tarde. A gente se diverte com os quadros, as brincadeiras, e percebe que acontece o mesmo com os convidados. Mion tem o dom de trazer a molequice tão necessária nesses tempos bicudos.

Além disso, o cara sabe como poucos apresentadores se comunicar com a galera jovem. Por estar sempre conectado, encontrou o caminho para chegar até essa turma. Isso é um ponto e tanto para emissoras que se preocupam com a renovação de seu público. Sem contar que era um desejo de Mion continuar no sábado e à frente do "Caldeirão". No fundo, acredito que a esperança disso acontecer pulsava dentro dele. Afinal, o sonho de estar na TV Globo aconteceu, por que mais esse desejo não poderia ser realizado?

Sua permanência na atração não impacta em seus outros projetos. O apresentador já está gravando "Túnel do Amor", reality show do Multishow, e vai aparecer em eventos especiais e cobrindo festivais de música como Rock in Rio. Ah, e ele ainda tem compromissos com a Netflix, fechados antes de sua ida para a TV Globo. A única questão é que Mion terá que se desdobrar para dar conta de tantos trabalhos. Mas isso é o que menos importa para o apresentador, não é mesmo?

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL