PUBLICIDADE
Topo

Marcelle Carvalho

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Cauã Reymond na série 'Ilha de Ferro': mau humor e agressividade

Cauã Reymond caraterizado para a série "Ilha de Ferro", na qual será protagonista  - Divulgação / TV Globo
Cauã Reymond caraterizado para a série "Ilha de Ferro", na qual será protagonista Imagem: Divulgação / TV Globo
Conteúdo exclusivo para assinantes
Marcelle Carvalho

Marcelle Carvalho é jornalista que cobre, há duas décadas, o universo da televisão. Suas maiores paixões são novelas e séries, que serão abordadas aqui a partir da visão de quem vê e de quem faz.

Colunista do UOL

22/07/2021 04h00

Enquanto as produções inéditas não chegam com tudo na TV Globo, a gente vai se divertindo com as reprises mesmo. O melhor é quando elas vêm com status de novidade. Como é o caso da série "Ilha de Ferro". Exibida no Globoplay, há dois anos, ela estreia na emissora a partir do dia 9 de agosto, antecipando a volta de Cauã Reymond à TV. Antes, a expectativa era vê-lo apenas em novembro, mês previsto para a estreia de 'Um Lugar ao Sol, a nova trama das 21h, que traz o ator como protagonista.

É bom a gente já ir se acostumando com uma faceta mais carrancuda de Cauã. Inclusive, ele mesmo avisa que o personagem, funcionário de uma plataforma de petróleo, é todo trabalhado no mau humor:

Dante é um cara extremamente mal-humorado, que gosta mais de estar na plataforma do que em terra. Ele tem uma relação conflituosa com a esposa, Leona (Sophie Charlotte), e também se envolve com Júlia (Maria Casadevall), começando um triângulo amoroso. Também tem uma relação de muito amor com o irmão, Bruno (Klebber Toledo), mas ela se quebra muito rápido. Dante é um personagem muito forte, que não tem uma vida fácil, mas não tem medo dela."

Cauã Reymond e Maria Casadevall protagonistas de 'Ilha de Ferro' - Raquel Cunha/Divulgação/TV Globo - Raquel Cunha/Divulgação/TV Globo
Dante e Júlia: do estranhamento inicial para o romance
Imagem: Raquel Cunha/Divulgação/TV Globo

A vida tem sido meio madrasta com o petroleiro. Além de ver o sonho de ser promovido a gerente ir por água abaixo com a chegada de Júlia, a nova ocupante do cargo, o moço descobre que Leona e Bruno estão tendo um caso.

A relação do Dante com Leona e Buno já parte de uma dupla traição. As pessoas que ele mais ama e estão mais próximas são justamente as que o traem", lamenta o intérprete do petroleiro.

Agora a gente entende o motivo de o rapaz ser tão colérico.

Mas tal situação é mais um tijolinho nessa vida 'marvada' do petroleiro. Na visão de Cauã, a "agressividade e a revolta de Dante vêm do fato de ele ser um cara que provavelmente não recebeu amor, afeto na infância."

Ele não sabe direito o que é isso. Dante construiu o caminho dele por conta própria e, no meio dessa estrada, levou e ajudou o irmão. Acho que ele tem muita habilidade em lidar com as dificuldades e os perigos do trabalho, mas a questão do amor e do afeto o deixa muito inseguro. Ele não sabe como lidar", analisa.

Para um cara solar como o ator, dar vazão a uma parte sombria para achar o tom do petroleiro não foi uma das tarefas mais fáceis neste trabalho.

Encontrar esse lugar de mau humor constante e a sensação de gostar mais de estar no trabalho do que em casa, foram meus maiores desafios. Eu amo o meu trabalho, estou sempre envolvido em vários projetos, mas desde que a minha filha nasceu (Sofia, de 9 anos) eu gosto mais de estar em casa. Gosto de buscá-la na escola, aproveitar esses momentos. Inclusive, acho que me fortalece e me torna um ator melhor, porque presto atenção em coisas que eu não prestava. Dante me proporcionou esse desafio de estar numa energia muito densa durante muito tempo."

Assim na terra como no mar

Na trama de Max Mallmann e Adriana Lunardi, os funcionários da plataforma PLT-137 se dividem entre os dilemas em terra firme e o clima de ebulição em alto-mar. Duas rotinas completamente opostas.

Dante é o coordenador de produção da plataforma, recordista de acidentes, que se frustra com a chegada de Júlia, a nova gerente. Além disso, logo no início da história, ao desembarcar, o petroleiro tem de lidar com a descoberta de uma dupla traição. Sua mulher, Leona, com quem mantém um casamento tumultuado, revela ter um caso com Bruno, irmão do marido. A traição deflagra uma guerra entre os dois e ajuda a formar um quarteto amoroso, já que Dante e Júlia vão se envolver. Mais do que petróleo, a PLT-137 extrai adrenalina e emoções inflamáveis a cada episódio.