PUBLICIDADE
Topo

Leonardo Rodrigues

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Sabe o que é Discogs? Como ter os melhores preços na melhor loja de disco

Qualquer tipo de disco de vinil pode ser encontrado no Discogs - Unsplash
Qualquer tipo de disco de vinil pode ser encontrado no Discogs
Imagem: Unsplash
só para assinantes
Leonardo Rodrigues

Leonardo Rodrigues é jornalista do UOL, com passagem pela Folha de S.Paulo. Também é colecionador de LPs e luta para que, um dia, toca-disco deixe de ser confundido com vitrola.

Colunista do UOL

28/04/2022 15h21

Frequentadores desta coluna sobre mídia física sabem de minha obsessão pelo site Discogs, citado por aqui 11 vezes a cada 10 oportunidades possíveis. E a hipérbole se justifica.

O endereço é mais que obrigatório a amantes de discos e de qualquer outra forma de se apreciar música fora do fluxo do streaming. É o seu caso e ainda não o favoritou no navegador? Não perca tempo.

Mas, afinal, o que é este Discogs (abreviação de discografias em inglês)?

Um resumo entusiasta, mas não irrealista: é a Disneylândia do colecionismo. Um site colaborativo criado em 2000 pelo DJ e programador Kevin Lewandowski que reúne colecionadores do mundo inteiro. É também uma rede social e um dos bancos de dados musicais mais completos do planeta.

E a cereja da bolacha: o Discogs é ainda a melhor loja online do mundo, com mais de 14 milhões de discos catalogados e que, em 2021, segundo suas próprias contas, comercializou 12 milhões cópias.

Se você está cansado(a) de edições nacionais por vezes capengas vendidas a preço de ouro neste Brasil inflacionado, o site tem tudo para se tornar seu melhor amigo.

Aprenda a usar o Discogs

Interessou-se? Vamos ao primeiro passo, que é —surpresa!— clicar em "Cadastrar-se" para criar um perfil.

Isso feito, o usuário pode, entre tantas outras coisas, cadastrar a própria coleção (em "Collection"), assinalar discos que gostaria de ter ("Wantlist") —o Discogs avisa quando entram no sistema— e registrar no banco de dados do site qualquer álbum e suas respectivas edições.

Mas eu quero mesmo é comprar. Como fazer?

Esta é a melhor parte. Há mil maneiras de começar a garimpar, e você pode inventar a sua. Mostro abaixo o caminho que costumo trilhar e que funciona muito bem para mim.

1) Procuro por disco

Imagem do site Discogs - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

No campo de busca do Discogs, localizado no topo da página, coloque o nome do álbum desejado e, entre as versões que descerão na tela, clique em "all versions" (todas as versões). Uma nova página com informações gerais do disco será aberta, com uma lista de todas edições cadastradas em detalhes —dica do colunista: reserve um tempo maior, pois essa seção vale um mergulho à parte.

Pressione então o botão "Vinyl and CD". Os álbuns disponíveis para venda aparecerão na sequência e à direita. No canto superior direito, selecione em "Sort" a opção "Price Lowest", que fará os mais baratos serem listados primeiro.

Imagem do site Discogs - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Note que, na maioria dos anúncios, o frete ("shipping") já consta somado ao preço final convertido em reais.

Caso contrário, será preciso perguntar (em inglês) o valor ao vendedor dentro do próprio anúncio, clicando em "Contact Seller".

Pronto, agora é a hora de escolher preço e condições

No menu à esquerda, refine a busca pelo formato (marcando "vinyl", "CD", "Cassette" ou outros) e estado de conservação do disco: "Mint", "Near Mint", "Very Good Plus" etc.

Ficou perdido(a)? Já esmiucei na coluna como funciona esse excelente sistema internacional que classifica a condição do álbum, de extrema valia em compras online.

Imagem do site Discogs - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Nada de disco em mal estado

No caso de LPs, para evitar dor de cabeça com discos arranhados, costumo procurar apenas pelas duas melhores gradações: N (Mint, ou novo) e NM (Near Mint, ou seminovo). Lembrando que devoluções podem ser feitas somente mediante negociação com o vendedor.

Já quando busco por CDs ou K7s, mais baratos, sou mais flexível. Mas a regra da dupla de siglas acima continua valendo. Mas lembrando: suas compras, suas regras.

Duas perguntinhas

Surgiu na lista uma pechincha de um LP VG+ ou VG e ela é devastadoramente sedutora?

Tudo bem. Quando sua encomenda chegar, recomendo uma lavagem profunda no disco. A depender da situação, a técnica da cola de madeira pode ser uma excelente solução para atenuar ou mesmo eliminar chiados.

Você está atrás mais de um artista do que de um álbum específico?

Realize então todo o procedimento descrito acima procurando no início pelo nome dele em vez do nome do disco.

2) Procuro por loja

A maior parte dos anúncios do Discogs são feitos por lojas e vendedores profissionais estrangeiros, que respondem a um confiável sistema de avaliação e feedbacks, como em outros sites do gênero. E o garimpo pode ser feito diretamente nesses perfis. Muitos contam com milhares de discos.

Para encontrar essas lojas, sigo todo o item 1 e, em um segundo momento, me atento a discos que possuam frete mais em conta, inferior ou igual a 10 euros, 10 dólar ou 10 libras.

Imagem do site Discogs - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Quando isso ocorrer, clique no link da página do vendedor que fica logo acima das estrelinhas de avaliação. Nos perfils de lojistas, continue procurando por "Ns" e "NMs".

Após escolher o disco, ele irá para o carrinho de compras. O pagamento é simples, feito via cartão de crédito internacional e PayPal, com eventual incidência de IOF.

Pergunta prática: se o Discogs é gringo, vale mesmo a pena pagar frete em moeda estrangeira? Não sai mais barato comprar por aqui?

Vai depender do produto cobiçado. Mas minha experiência de 7 anos no site é extramente positiva. Há, sim, valores exorbitantes. Mas, mesmo com o real desvalorizado, garimpos dedicados ainda são capazes de revelar preços inacreditáveis em edições importadas e preciosas.

Dicas aos garimpeiros de plantão: procure bem, faça perguntas ao vendedor, veja as qualificações dele, leia atentamente a descrição do produto e confira as condições de envio. Nem sempre o Brasil estará na rota.

Pesquise na página geral do álbum (aquela em que chegamos clicando em "all versions") informações sobre a edição. Elas são importantes e se mostram decisivas no ato da compra. Os próprios usuários do Discogs cuidam desse feedback.

No mais, você já comprou no Discogs? Curtiu? Então divida sua experiência comigo nos comentários deste texto ou via Instagram (@hrleo) e Twitter (@hrleo_). Quer ler mais textos do colunista? Clique aqui.

E até a próxima datilografada!